" Mister do Café: Janeiro 2017

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A oposição no Benfica


É enorme o palco mediático que antigos candidatos à Presidência do Sporting conseguem ter na imprensa nacional. Nomes como os de Sérgio Abrantes Mendes ou Carlos Severino são presenças regulares em programas televisivos, radiofónicos e nos jornais. Na próxima semana, Paulo Farinha Alves, braço direito de Godinho Lopes no final do seu mandato, estará como comentador residente no programa "O Dia Seguinte" da Sic Notícias. Vão-se acumulando assim os opositores à direcção do Sporting na comunicação social. 

No Porto, não me consigo recordar do último candidato à Presidência e não há um único rosto de oposição. No Benfica, o "Vieirismo" parece ter convertido até os mais cépticos como Rui Rangel. Contudo, há um nome que continua a colocar algumas questões pertinentes sobre a gestão do Benfica. Bruno Costa Carvalho, é neste momento a principal figura da oposição encarnada. Curiosamente, não consegue ter palco na imprensa nacional e o que escreve na sua página de Facebook tem pouco ou nenhum impacto mediático. 

Por que será?

Coloco aqui dois textos recentes do antigo candidato à Presidência do Benfica, para análise dos leitores, que são cada vez mais no universo benfiquista. 

Texto de 24 de Janeiro



Texto de 25 de Janeiro



Texto de dia 26 de Janeiro



Não era interessante a imprensa dar destaque a estes textos? Não era interessante a imprensa tentar responder a algumas questões que Bruno Costa Carvalho coloca?

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

A Federação das rodinhas - Parte II


Para além do lance inacreditável entre Angelo Girão e Nicolia, o jogo entre o Benfica e Sporting no Pavilhão da Luz teve mais momentos "espectaculares" e dignos da auto-intitulada "melhor Liga do Mundo". Vejamos:

A expulsão de Guillem Perez e João Pinto



As imagens são bem claras. A Sr. Gisela Infante, árbitro auxiliar da partida, deu autorização para que o Sporting fizesse entrar um atleta em campo dando por finalizado o powerplay.


A entrada de João Pinto



Como podem verificar, Guillem Perez chama com toda a urgência João Pinto para entrar em pista, seguindo a indicação da árbitro auxiliar.


Guillem Perez no final da partida



Nas declarações no final da partida, Guillem Perez confirmou que foi a árbitro auxiliar que deu a indicação do final do powerplay. 

Resumindo


O Sporting vi o seu treinador e João Pinto serem expulso e ficou o resto da partida reduzido a dois jogadores de campo. Tudo isto por uma indicação da árbitro auxiliar que se encontra na mesa de jogo. Os regulamentos punem a equipa infractora por ter sido induzida em erro por parte de um elemento da equipa de arbitragem. 

Mas não foi só no Pavilhão da Luz que a "melhor Liga do Mundo" deu espectáculo. Em Valongo, os locais assistiram a um verdadeiro "roubo de igreja", na partida contra a Oliveirense. Mais um trabalho "limpinho" do Sr. Paulo Almeida, residente em Oliveira de Azeméis e com um filho que é atleta da Oliveirense. Mais uma coincidência. O mesmo senhor que em 2014/2015 garantiu uma vitória da Oliveirense frente ao Sporting em mais uma exibição de grande nível

E assim segue o hóquei em patins nacional.

A Federação das rodinhas - Parte I

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

O casal do apito e mais um escândalo na arbitragem nacional


Muito se tem falado sobre o estado da arbitragem nacional nas últimas semanas. Uma discussão que foi colocada na agenda mediática pelas péssimas prestações das equipas de arbitragens na I Liga. Seria um bom momento para que a sociedade desportiva nacional reflectisse sobre este assunto, encontrando soluções para o futuro da arbitragem e do desporto nacional.

Infelizmente, nada disso está a ser feito. Continua-se a discutir o acessório em vez do essencial. Basta para isso percebermos que a principal conclusão da reunião que o Conselho de arbitragem teve com os clubes, foi a defesa de Jorge Sousa através do branqueamento das duas grandes penalidades que não assinalou no derby da Luz. E o circo continua agora com o lance do 3º golo do Boavista no estádio da Luz. 

São estas a principais conclusões de uma crise tão grande. É incompreensível que ninguém queira pensar a arbitragem nacional. Ninguém quer analisar as alterações aos corpos dirigentes do Conselho de Arbitragem, ninguém quer saber das classificações dos árbitros, ninguém quer saber da formação dos árbitros, ninguém quer saber da divulgação dos relatórios dos árbitros, ninguém quer saber da profissionalização dos árbitros, entre outros temas fundamentais. 

Curiosamente, também ninguém quer saber quem é que manda no "apitadeiro" nacional. Por isso, parece-me que está mais do que na hora de trazer este assunto para a praça pública. 

Senhoras e senhores, apresento-vos o "Casal do apito".

Uma paixão em comum


Link Duarte Gomes (aqui), Link Pedro Proença (aqui)

Em qualquer relacionamento é sempre importante existiram "amores em comum".

O vídeo de casamento



"Eu diria até que se o Duarte Gomes fosse mulher, eu casava com ele"

Haverá relação mais intima do que esta no futebol nacional? É sempre interessante ver as brincadeiras de uma casal tão apaixonado, por isso deixei ficar essa parte no vídeo. Só não percebi o momento em que Duarte Gomes pegou numa banana... Deve ser alguma modernice.

Pedro Proença sai em defesa da sua "amada"


Em 2013/2014, o Sporting deslocou-se ao Estádio da Luz para disputar a quarta eliminatória da Taça de Portugal.Vamos lá recordar a "apitadela". 



Entre outros lances, Duarte Gomes não vislumbrou duas grandes penalidades a favor do Sporting. Lances indiscutíveis entre os analistas e adeptos. Lá teve Pedro Proença de vir a terreiro defender a sua amada. Vejamos:


"Aquilo que eu vou dizer pode ser polémico: Fez uma excelente arbitragem dentro de um determinado contexto"

Se o contexto era favorecer o Benfica, concordo que tenha feito uma excelente arbitragem. 

Nada de novo de alguém que até já andou aos empurrões com um treinador de guarda-redes do Sporting (link)

Querido mudei a casa


No dia 27 de Janeiro - dia seguinte à eliminação do Benfica na Taça da Liga frente ao Moreirense - o jornal Abola fez uma reportagem sobre os testes do videoárbitro. Vejamos:



Como podem verificar, o jornal indica que Duarte Gomes foi o videoárbitro do jogo Moreirense vs Benfica. Na foto, o casal mostra toda a sua cumplicidade. Vejamos se eu percebo alguma coisa disto:

1 - Pedro Proença é Presidente da Liga, mas como alguém dizia há uns tempos: "Pedro Proença saiu da arbitragem mas a arbitragem não saiu dele". É um facto indesmentível. Eu pergunto: O que está a fazer o Presidente da Liga na cabine do videoárbitro? Não deveria estar a controlar todos os preparativos organizativos da competição? É que como toda a gente sabe, a arbitragem está sob a alçada da FPF, pelo que a Liga e o seu presidente não tem que se imiscuir nas questões de arbitragem. 

2 - Então e onde anda José Fontelas Gomes, Presidente do Conselho de arbitragem da FPF? Ficou em casa? E os restantes membros do conselho de arbitragem, como Lucílio Baptista ou João Ferreira onde andam? Também ficaram em casa? Não deveriam ser eles a acompanhar de perto os testes do vídeoárbitro?

3 - Esperem lá! O Duarte Gomes não saiu da arbitragem para se dedicar ao comentário televisivo na SIC e cronista do Expresso e da Abola? Como é que um comentador tem acesso a algo que é organizado pelo Conselho de arbitragem? Será que qualquer um de nós pode ser videoárbitro, ou é condição obrigatória ser "casado" com Pedro Proença?

Um escândalo no apitadeiro nacional!


Não consigo responder à primeira e segunda questão, mas sobre a terceira já consigo acrescentar algumas coisas. 

Ora, segundo o regulamento de arbitragem existem claras incompatibilidades. Acompanhem-me numa viagem pelo regulamento:


Como podem verificar, não é possível ao titular do Conselho de Arbitragem "exercer a actividade de jornalista, colunista ou comentador em órgão de comunicação social, sobre matérias relacionadas com o setor da arbitragem". Só que o Duarte Gomes não é titular do conselho de Arbitragem.


O artigo 20º diz-nos que o estabelecido no artigo 7º é aplicável a qualquer agente de arbitragem. Ora, Duarte Gomes esteve num jogo oficial como videoárbitro. Obviamente prestou um serviço ao Conselho de arbitragem, na qualidade de agente de arbitragem, pelo que se enquadra perfeitamente no impedimento definido no regulamento de arbitragem. A não ser que nos digam que foi contratado para limpar o chão da cabine do videoárbirto. Já vimos de tudo no futebol nacional, era apenas e só mais um "dolo sem intenção", ou um "erro admissível". 

E agora meus senhores? Vão atropelar os regulamentos e fechar os olhos a esta situação? Eu só vejo uma solução para isto. Demissão imediata de todos os titulares do Conselho de arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol. 

Mas que grande lata!!!


Link da notícia (aqui)

E depois estes senhores ainda têm a lata de dizer que “não permitem magistérios de influência de comentadores, ex-árbitros, de alguém ou de alguma organização em particular”.

Tenham vergonha na cara!

Peço a todos os leitores para partilharem este post pelas redes sociais. Só assim será possível colocar o tema na agenda mediática.

Outros posts sobre esta temárica:
Duarte Gomes "O padrinho do apito" 
António Rola "O algodão não engana"
Conclusões da reunião do Cons. Arbitragem com os clubes
Jorge Coroado "Os protegidos"
Jorge Coroado "Promiscuidade"

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

domingo, 29 de janeiro de 2017

Jorge Coroado explica a "promiscuidade" no mundo do apito


Existe, hoje, razoável número de ex-árbitros, como eu, emitindo opinião sobre arbitragem. Há poucos que, podendo orgulharem-se da carreira, sem olvidar erros próprios, expressam opinião convicta, denunciam falhas, sugerem correções. Outros, agradecidos, reconhecidos pela forma como foram apoiados, considerados e “promovidos” sem competência para função, que sempre viveram no cinzentismo (viver não custa, custa saber viver), são delicodoces na escrita ou no dizer, falam pela metade, endrominam leitores e ouvintes na presuntiva defesa cega (maior cego é o que não quer ver) da classe. 

Classe cujos problemas não se resolvem com reuniões, meias palavras ou show-off como ocorrido duas semanas atrás. Resolvem-se com gente que saiba e seja capaz de cumprir regulamentos, não viva no limbo da promiscuidade. Quem exerce o amiguismo, protecionismo e transgride normas que deve zelar, contribui para desresponsabilização dos dirigidos, fomenta oportunismo, descredibiliza setor e põe a nu modo como desenvolveu seu percurso. 

Como pode o CA da FPF exigir dos seus filiados quando incumpre com Regulamento de Arbitragem? Aquele documento proíbe colaboração ao setor de quem mantenha relação com comunicação social. Porquê admitir que o Sr. Duarte Gomes, que escreve em jornal desportivo (Ok! Dou de barato ser título conveniente) e comenta em canal de TV, na primeira meia-final da Taça da Liga tenha integrado grupo que ajudou equipa de arbitragem com sistema de VIDEO-GOLO? Talvez por fazer defesa bacoca de decisões de filiados como fez, relativamente ao terceiro golo do Boavista diante do Benfica, usando metade do texto da XI Regra – Fora-de-jogo e respetivas explicações ou, na apresentação do CA da AF Lisboa, qual paladino da verdade, diplomaticamente ter zurzido em ex-árbitros que não integram grupo de ben…quistos e órgãos de comunicação que os acolhem.

Jorge Coroado, in jornal Ojogo 27/01/2017


Deixo o link para dois artigos meus sobre esta temática:


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

Sem comentários


Palavras para quê? São artistas nacionais!


Os "Pinhos" voltam a atacar



O sopro do Girão



Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sábado, 28 de janeiro de 2017

O padrinho do apito


O arbitragem nacional tem sido sustentada com base em pilares fundamentais como a manipulação, o branqueamento a incompetência e compadrio. As nomeações cirúrgicas, os observadores da treta, as reavaliações de notas para "inglês ver", são alguns dos cancros que teimam em continuar na "apitadeiro" nacional. 

Hoje, quero-vos deixar mais um exemplo da forma como alguns árbitros são protegidos em detrimento de outros. Já aqui falei em casos como os de Rui Oliveira que foi apanhado a copiar nos exames, ou na forma vergonhosa como Fábio Veríssimo e Tiago Martins chegaram a internacionais sem qualquer tipo de experiência. 

Fábio Veríssimo estará hoje em Alvalade a apitar o Sporting Vs Paços de Ferreira. Curiosamente, o Conselho de arbitragem escolheu o árbitro que mais cartões deu até ao momento na Liga para o jogo que antecede o clássico entre Porto e Sporting, tendo o Sporting vários jogadores em risco de exclusão como Adrien, William ou Bruno César, potencialmente titulares no jogo de mais logo. 

Gonçalo Martins viu a Luz


Quero voltar um pouco atrás e regressar ao jogo para a Taça de Portugal entre o Benfica e o Leixões apitado por Gonçalo Martins, que é mais um dos árbitros da "nova geração do apitadeiro" nacional. Vejamos o seu enorme "potencial":


Já vai com 28 jogos na II Liga e com exibições destas não faltará muito tempo para regressar ao estádio da Luz.

"Um árbitro com pinta"


Quem gostou muito da actuação deste "artista" foi o senhor comentador Duarte Gomes. Vejamos:



"O árbitro de Vila Real... tem pinta. Pisa bem o relvado, é fisicamente forte (muito forte), movimenta-se com categoria e mostra segurança nas suas intervenções. É muito credível. Está tudo lá."

Curiosamente, Duarte Gomes não incluiu na sua crónica o lance em que Jonas agrediu um adversário. Não deve ter "vislumbrado"...


Há sempre Capela na Catedral



Obviamente, o trabalho de Gonçalo Martins foi péssimo e fica marcado por dois lances decisivos, de acordo com a análise de Marco Ferreira no jornal Record. Uma expulsão por agressão de Jonas - que falharia pelo menos o jogo seguinte para a Liga - e uma grande penalidade por assinalar a favor do Leixões.

Não deixa de ser curioso que Gonçalo Martins tenha tido como 4º árbitro, o "senhor" João Capela. De facto, foi um baptismo perfeito.


Querido, apitei na Luz! 




Gonçalo Martins tem apenas 4 likes na sua página de Facebook. Sinal que é bastante selectivo nas suas escolhas. Curiosamente, em primeiro lugar está... Duarte Gomes. Provavelmente, o seu maior ídolo...


Mais uma moeda, mais uma volta


Depois da vergonhosa reunião do Conselho de arbitragem com os clubes cuja principal conclusão foi passar a ideia que não existiram penáltis contra o Benfica na Luz, aconteceu outra tentativa de branqueamento por parte deste órgão Federativo. Hoje o jornal Ojogo diz que este orgão federativo "é um erro admissível".



E é desta forma que o Conselho de arbitragem pretende acalmar os ânimos.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

O algodão não engana


Após o jogo da meia-final da Taça da Liga entre o Benfica e o Moreirense, a Benfica TV ligou para o seu "expert no apito", solicitando uma análise ao trabalho da equipa de arbitragem liderada por Tiago Martins. 


O algodão não engana



António Rola atribuiu nota positiva ao árbitro Tiago Martins, num jogo onde perdoou três expulsões a jogadores do Benfica como até Rui Pedro Braz reconheceu. Este expert fez questão de não especificar os lances a que se refere como sendo de conduta violenta. Quem não viu o jogo até pode pensar que a conduta violenta foi permitida para os jogadores de ambas as equipas. Algo que não foi claramente o caso, como podem ver aqui (link).

Prossegue assim o branqueamento às actuações das equipas de arbitragem que beneficiam o Benfica, tal como aconteceu na celebre reunião do conselho de arbitragem sobre a prestação de Jorge Sousa no derby da Luz. Pior do que o branqueamento, fica a sensação que os árbitros estão com as costas quentes para fazerem "serviços" deste tipo, como a Benfica TV fez questão de demonstrar na noite de ontem.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

Inácio


Tal como Rocky Balboa, Augusto Inácio partiu para o combate de ontem com o estatuto de underdog. Os calções rotos e as luvas da feira contrastavam com o calções de encarnado flamejante e o cabelo perfeitamente "brilhantinado" de Rui Vitória.

A análise do especialista



À partida as coisas não pareciam boas para Augusto Inácio e os seus jogadores. Vejamos o filme:

Inácio



Tiago Martins, homem do apito para este jogo vislumbrou as várias agressões a jogadores do Moreirense e não fez absolutamente nada. Jogadores que ficariam impedidos de darem o contributo à equipa nos próximos jogos. Na próxima segunda feira os encarnados deslocariam-se a Setúbal sem vários jogadores. Só que há sempre uma mão que os segura em campo. Limpinho, limpinho...

Um verdadeiro gentleman que se recusa a apertar a mão do oponente 


Ao contrário de Apollo Creed, nem os juízes salvaram Rui Vitória e não foi por falta de vontade...

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

A Federação das rodinhas


Mais uma jornada, mais uma serie de "curiosidades" no hóquei em patins nacional. No último fim-de-semana, o campeão Benfica deslocou-se a Oliveira de Azeméis para jogar com a Oliveirense. Os locais venceram por (4-2) impondo assim a primeira derrota ao Benfica. Só que mais uma vez aconteceram algumas coisas "estranhas".

Uma jogada perfeita!



Jordi Adroher agride Jorge Almeida de uma forma clara e inequívoca mas a dupla do apito mandou seguir o lance, permitindo ao Benfica marcar o segundo golo. Estamos a falar dos segundos finais da partida onde os jogadores do Benfica já estavam de cabeça perdida pela derrota.

Este é mais um lance representativo do que é o hóquei em patins nacional. No início da época em Viana do Castelo, o Benfica venceu o jogo com a Juventude local nos segundos finais num lance que só visto (cliquem)

Castigo? Nada disso!



No clássico entre Sporting e Porto, Sergi Miras viu o cartão vermelho por muito menos do que isto. O Conselho de Disciplina decidiu punir o atleta com 3 jogos de castigo, falhando os jogos com Turquel, Tomar e Oliveirense.

Curiosamente, o Benfica tem agora uma séria muito complicada de jogos. Este fim-de-semana joga com o Sporting, de seguida vai a casa do Valongo, recebe o Riba de Ave e vai ao Óquei de Barcelos. Perder este jogador numa fase decisiva podia dificultar ainda mais as coisas.

Mas as curiosidades não acontecem só dentro do campo. Vejamos o que acontece na estrutura da Federação da "rodinhas".

Incompatibilidade!? 


Marina Leitão Alves, antiga jornalista do jornal Record é assessora de Imprensa e Comunicação da FPP. Curiosamente, é ao mesmo tempo fundadora do maior site noticioso de hóquei em patins em Portugal, o hoqueipt.com. Podem confirmar esta informação na imagem seguinte:


A incompatibilidade é óbvia e salta à vista de todos. Como é possível alguém trabalhar para uma federação nacional e ter ao mesmo tempo um site especializado em notícias sobre o assunto? É que se achamos isto normal, fica caminho aberto para que qualquer dia os directos de comunicação dos clubes tenham cargos nas estruturas das federações. Não deixava de ser interessante.


Bem me quer, mal me quer...



É sempre interessante vermos manifestações deste género nas redes sociais. É bom sabermos as "cores" das pessoas. E já agora, alguns ódios de estimação:



Actos paralelos



Gosto particularmente de ver o técnico do Porto, Guillem Cabestany a elogiar os "actos paralelos".

Hoqueipt.com


O "caso Zé Diogo" é um exemplo claro da ligação entre a Federação Portuguesa de Patinagem com este site. No dia 28 de Novembro, o hoqueipt.com já fazia notícias antecipando o castigo ao Sporting, como vemos de seguida.

Link notícia (aqui)

Foi quase um pré-anúncio de sentença. Dois dias depois o Conselho de Disciplina da Federação castigou os leões.



Entretanto o Sporting já recorreu para o Conselho de Justiça, de acordo com José Trindade, responsável pela secção que recentemente afirmou: "esperamos pelo resultado do recurso que apresentámos na altura e, diz a minha experiência, que ainda vai durar algum tempo, uma vez que o Conselho de Justiça da federação não tem datas para efetuar as reuniões.".

Mas é muito engraçado verificar que a argumentação jurídica preparada no artigo, mais parecia um acórdão do conselho de disciplina. Só pode ser coincidência, até porque a reunião só ocorreu dois dias depois...

As relações suspeitas




No seio da modalidade todos conhecem esta incompatibilidade. Tanto é assim que a própria até se dá ao luxo de ironizar com a situação."E então que relação suspeita inventam para isto?", questiona Marina Leitão Alves.

E segue assim o desporto português. Estou curioso para saber qual será a dupla do apito escolhida para apitar o derby de Sábado. Será que serão os senhores que estiveram em Oliveira de Azeméis e que não viram a agressão do Adroher? Serão os senhores de Viana do Castelo que mandaram repetir um penálti depois do atleta do Benfica ter enviado a bola ao poste (link)? Ou vão recorrer aos serviços de Jaime "Grandão" Vieira (link)?


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

Palavra puxa palavra


Pedro Madeira Rodrigues deu ontem uma entrevista à CMTV onde ao longo de quase duas horas abordou inúmeros temas sobre o universo leonino. Para quem não viu na integra, aqui fica um belo resumo. 

Palavra puxa palavra



A entrevista completa pode ser vista aqui (link).

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Comissão de hipócritas


Nos últimos dias rebentou uma bomba no futebol português. Um verdadeiro escândalo que faz corar de vergonha os casos "Apito Dourado" ou o o caso dos "vouchers". Não se fala de outra coisa em portugal. Nas conversas de café, nos programas desportivos e até nos espaços noticiosos o assunto é só um: A entrada de Jorge Jesus na comissão de honra de Bruno de Carvalho.

A visão encarnada



Não me vou referir aos comentadores afectos ao Porto, uma vez que sobre eleições, comissões de honra e listas eleitorais têm muito pouco experiência.

João Gobern considera que ainda "percebia se não existissem candidaturas alternativas". Já Rui Gomes da Silva considera que Jorge Jesus tinha duas opções válidas: Ou não se intrometia na campanha ou então pede a demissão em caso de derrota de Bruno de Carvalho. Para fechar esta troika de opinadores encarnados, André Ventura afirma cabalmente que no Benfica não há situações como a de Jorge Jesus, não tivesse sido ele o coordenador do movimento de recandidatura de Luís Filipe Vieira.

É incrível verificar que a esmagadora maioria do tempo dos programas de comentário é dedicada ao Sporting. Mas num caso tão escandaloso como este, todo o tempo é pouco, pois estamos perante um assunto decisivo e fracturante para a sociedade portuguesa. Julgo até que a polícia judiciária se deveria pronunciar sobre este assunto.

Chama a Judite




Parece-me até que é urgente a marcação de um referendo nacional para que todos os portugueses, sem excepção, possam dar a sua opinião. Por isto, e para ajudar na hora da decisão fiz uma pequeníssima compilação do que tem acontecido nos últimos anos no clube destes "senhores". Vejamos:

Terá sido a primeira vez que Jorge Jesus apoiou um presidente?


Jornal Abola de Janeiro de 2012

"Que escândalo! Onde já se viu um treinador apoiar um Presidente numa campanha eleitoral! Só faltava mesmo que outros técnicos do clube entrassem na comissão de honra de Luís Filipe Vieira..."

Fernando Chalana e Carlos Lisboa



"Ahhhhhh, não pode ser!! Como é possível uma vergonha destas? Treinadores a fazerem parte da comissão de honra de Luís Filipe Vieira nas eleições de 2009 contra Bruno Carvalho!? Está tudo louco? Que promiscuidade é esta!?"

E já nem falo no Eusébio que sempre foi assalariado do clube. Por falar num ex-atleta do clube, não me digam que os atletas do clube também figuram nas comissões de honra de Luís Filipe Vieira?


Nelson Évora e Vanessa Fernandes 


Link notícia (aqui)
Esta comissão de honra foi apresentada por Luís Filipe Vieira nas eleições de 2009. Mas Nelson Évora até é um "habitué" nestas andanças, não estivesse ele incluído na comissão de honra de Vieira em 2016.


Esta deve ter causado algum dano reputacional em alguém...

"Que pouca vergonha! Como é possível usar assim os atletas do clube? Só faltava mesmo meter um alto cargo da SAD na lista, tipo um director desportivo daqueles que ganham perto do dobro do salário do Presidente do Sporting".


O Maestro está em todas!



"Ó meu Deus, não pode ser!!! Como é possível!? Ainda por cima na capa do jornal oficioso? Que promiscuidade é esta? O Vieira devia estar mesmo apertado pelo Rangel para ter de fazer isto, não?"

Numa coisa Rui Costa tem muito mérito. O "maestro" é um verdadeiro papa-eleições. Querem ver?

Um Vale tudo! 


Para os "esquecidos", aqui fica uma história que muitos querem apagar e que é interessante recuperar.


Momento para citar André Ventura, "no Benfica existiu sempre essa preocupação de distinguir as pessoas que lá trabalham daqueles que são sócios e estão na disputa eleitoral. São coisas completamente diferentes ". Este post comprova isto mesmo, sem margem para dúvidas. De facto, no Benfica não há misturas.

Fica a lição para todos os professores, jardineiros, médicos, coveiros, trabalhados de empresas públicas, calceteiros e restantes funcionários públicos deste país: Não podem entrar em nenhuma comissão de honra para eleições nacionais. É que se o candidato que apoiam perde, ficam sem emprego!

É assim a democracia à portuguesa, com certeza!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A campanha da mentira - Parte II


João Benedito é a mais recente vítima de uma campanha mentirosa que visa atacar o Sporting CP. Ontem, desmontei a artimanha montada da Gonçalo Uva que podem ler aqui (cliquem)

No caso de Gonçalo Uva, o assunto saiu de um blog da oposição à actual direcção do Sporting e acabou por não ter grande destaque. Já no caso de João Benedito o "esquema" é muito mais perverso, uma vez que é elaborado pelo jornal Ojogo que nesta fase é o jornal oficial da oposição do Sporting.

O jogo


No passado domingo esta notícia estava em destaque na página inicial do site do jornal Ojogo. Olhando para isto, o leitor é levado a pensar que é uma declaração de João Benedito, até pela questão de ter uma citação como título. Só que...


Lendo a notícia por completo, verificarmos que a citação é tirada de uma página de apoio a uma eventual candidatura à Presidência do Sporting de João Benedito. (link)

Benedito 2017


Estamos a falar de uma página que nasceu a 17 de Novembro e que conta hoje com cerca de 22.000 mil likes (cerca de 2 meses). 

Novembro: 
17 Novembro: 15 posts
20 Novembro: 1 post
22 Novembro: 1 post
23 Novembro: 3 posts
25 Novembro: 1 post
28 Novembro: 1 post
29 Novembro: 2 post

Dezembro:
5 Dezembro: 1 post
11 Dezembro: 1 post
21 Dezembro: 1 post
27 Dezembro: 2 post

Janeiro
21 Janeiro: 1 post

Como podem verificar, a página teve grande actividade em Novembro. Em Dezembro só publicaram 5 post e em Janeiro apenas 1 post, o tal que teve direito a notícia no jornal Ojogo.


Como podem verificar no print anterior, a página é patrocinada. Ou seja, a pessoa que gere a página está a investir bastante dinheiro para conseguir comprar likes. Desde logo há aqui algo que não bate certo. Quem é que estaria disposto a investir dinheiro numa página deste género? Com que intuito. 

Só para terem uma ideia, a candidatura de Pedro Madeira Rodrigues tem cerca de 2700 likes. Se o candidato não investe dinheiro na sua campanha online, não é estranho que outros invistam em candidaturas que não existem?  


Benedito está escondido


Este é já o terceiro caso envolvendo o nome de João Benedito nos últimos tempos. Na apresentação da sua candidatura, Pedro Madeira Rodrigues anunciou que contava com o apoio do antigo atleta: "João Benedito é uma referência do Sporting, um símbolo. Falei com ele e conto que irá apoiar esta nossa candidatura. Revê-se no que defendemos e conto com o apoio dele". Dias depois, os jornais esclareceram que João Benedito não iria apoiar nenhuma candidatura. Mesmo assim, Benedito nunca produziu nenhuma declaração nesse sentido.

O segundo caso está relacionado com o prémio Stromp, lançado também por outro blog opositor que trata o Presidente do Sporting por "Azevedo de Carvalho". O tema surgiu nesse blog que tem pouco ou nenhuma expressão, mas conseguiu chegar à televisão através de José Guilherme Aguiar. Felizmente, Rogério Alves é membro do grupo Stromp e conseguiu matar o tema de imediato. Na altura fiz um post sobre isso que pode ser consultado (aqui).

E agora temos esta utilização vergonhosa da imagem de João Benedito para atacar o Sporting. No meio de tudo isto só vejo duas situações. Ou o Benedito está a pactuar com todo este circo em torno do seu nome ou então não se sabe defender. É que a cada caso novo a sua imagem fica mais debilitada entre os Sportinguistas e é uma pena que uma figura que tanto deu ao Sporting se coloque numa destas situações. 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

A campanha da mentira


Hoje, o site Cortina Verde lançou uma notícia sobre Gonçalo Uva. Segundo o site: o "Sportinguista e ex-jogador profissional de râguebi casado com a apresentadora Carolina Patrocínio escreveu um texto no seu blog com o título: "Este não é o meu Sporting".

Entretanto fui contactado por um amigo do Gonçalo Uva que é leitor do blog e que me pediu para ajudar a esclarecer a situação.

Print Cortina Verde



Na foto usada pelo site está Vasco Uva, irmão de Gonçalo Uva e esse sim ex-capitão dos Lobos. 

A reposição da verdade!


"O Gonçalo é Benfiquista e que nem sequer liga muito ao futebol. O que ele gosta mesmo é de rugby". 

Para que não restem dúvidas, aqui fica uma imagem publicada na conta pessoal de Instagram de Gonçalo Uva onde afirma o seu benfiquismo.


De onde é que isto apareceu?


O Blog ADN de leão - um daqueles que tratam o Presidente do Sporting por Azevedo de Carvalho lançou o tema no passado dia 12 de Janeiro. 


No dia seguinte (13 de Janeiro), Pedro Madeira Rodrigues, candidato à presidência do Sporting ligou para Gonçalo Uva para lhe dar os parabéns pelo texto. Gonçalo Uva mostrou-se surpreendido com a chamada, uma vez que desconhecia o conteúdo do post desse blog e principalmente por ser adepto do Benfica.


O "verdadeiro" Gonçalo Uva


De facto, o texto foi escrito por Gonçalo Uva, um miúdo que é adepto do Sporting. Eu pergunto: Como é que se pode confundir um miúdo com um atleta reconhecido como o Gonçalo Uva?

Excerto do post verdadeiro escrito por um miúdo adepto do Sporting

Incompetência? Má fé? Ou terá sido algo mais?

Fica feito o esclarecimento.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

O carteiro toca sempre duas vezes


Na passada quarta-feira a equipa de Juniores do Sporting venceu o Benfica por (1-0) na 21ª e penúltima jornada da fase Regular do campeonato de Juniores. Jovane Cabral foi o autor do golo que permitiu ao Sporting der continuidade a um registo brilhante de 21 jogos sem perder, contabilizando a 20ª vitória nesse percurso.



O carteiro toca sempre duas vezes


A partida foi dirigida pelo Sr. Carlos Cabral, árbitro da Associação de Futebol do Algarve. Este carteiro de profissão decidiu tocar a "campainha do vermelho directo" a dois atletas dos Sporting. Aqui fica o lance da primeira expulsão que alterou por completo o rumo do jogo.


Para além da expulsão de dois atletas do Sporting por vermelho directo, este senhor decidiu também dar ordem de expulsão a Tiago Fernandes, treinador dos leões.


Na primeira parte, o senhor do apito/correio, transformou uma partida de miúdos numa batalha campal, como podem verificar pelo número de cartões distribuídos pelos atletas. Três amarelos para o lado do Benfica e cinco amarelos e três expulsões para o lado do Sporting.


Mais um fanático pelo Hugo Gil e Benfica



Fica apresentado mais um dos senhores do apito que subiram esta época às divisões profissionais. O carteiro já distribuiu o correio em 8 jogos da II Liga e promete não ficar por aqui...

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)