" Mister do Café: O delegado escritor

quarta-feira, 19 de julho de 2017

O delegado escritor


A Liga de clubes decidiu renovar o quadro de delegados no inicio desta época. Nesse sentido, lançou um concurso para encontrar gente com "capacidade" para ocupar as 8 vagas disponíveis. O concurso foi dividido em dois caminhos diferentes: 

O quelho dos "pobres coitados"


O primeiro desses caminhos passava por uma estrada em terra cheia de buracos, onde só os melhores conseguiriam passar. Um verdadeiro caminho dos "pobres" onde o mérito era a única coisa que poderia salvar os candidatos. Neste caminho passaram mais de 400 candidatos para apenas 4 vagas.

A autoestrada dos "meninos queridos"


Para os "meninos queridos" abriu-se uma autoestrada designada de "pós-graduação". Um caminho limpo e que permitia chegar ao final da viagem sem sujar a viatura. Como estamos em Portugal, as viagens em autoestrada são sempre bem pagas. Neste caso, a pós-graduação de 120 horas custou 3600€, mas por certo os "meninos queridos" viram o seu investimento recompensado. Esta pós-graduação tinha um limite mínimo de 20 alunos e um máximo de 40 alunos. Não consegui apurar o número de alunos que a frequentaram. O que é certo é que apenas alguns alunos demonstraram vontade em concorrer às quatro vagas de delegado, o que ainda demonstra mais a facilidade de acesso.

Coincidências


Já apresentei um desses meninos queridos neste espaço. Um tal de João Moura com ligações ao Marítimo, Lourenço Pinto, Abreu Advogados (uma das firmas contratadas pelo Benfica no caso dos emails) e à famosa GIC de César Boaventura. Podem e devem consultar esse post (aqui).

Hoje quero apresentar um outro "artista". 

"Ó Abreu dá cá o meu, hey"


Link (aqui)

Como dizem os Black Company "Ó Abreu dá cá o meu, hey". Apresento-vos João Pedro Rodrigues.

Tal como João Moura, o nosso "novo amigo" também trabalha na Abreu Advogados. A tal firma que estará no canto do Benfica na questão dos emails, como divulgou recentemente o Expresso. 

Jornal Expresso 09/07/2017

Seria de estranhar que este advogado especialista em "Direito do Desporto, Propriedade Intelectual e Tecnologias de Informação" não estivesse envolvido na equipa que preparará a defesa benfiquista na Abreu Advogados. 

Existirá alguma incompatibilidade no facto de defender uma das sociedade desportivas que é sócia da entidade para a qual é delegado? Nahhh. Não se passa nada, até porque segundo Helena Pires, directora de competições da Liga Portugal, só há incompatibilidade se os delegados disserem que há (link). O rei vai nú meus senhores!

Não tinha entrado pelo quelho dos "pobres coitados"



É importante salientar que pelo caminho dos "pobres coitados", o nosso amigo não tinha conseguido ser admitido como delegado da Liga, uma vez que obteve 84,30 pontos e o último estagiário a entrar conseguiu 87,30. Abençoados 3600€.

O delegado escritor


João Pedro Rodrigues tem um grande amor à escrita tendo colaborado com o jornal Record (tal como João Moura) e com site Bola na Rede, como escritor afecto ao Benfica. What else?

Bio de João Pedro Rodrigues no site Bola na Rede

É a falar do Benfica que João Pedro Rodrigues se sente em casa. Isto é algo que por certo ajudará na sua integração no quadro de delegados da Liga. Estando todos na mesma página, o "trabalho" pode fluir ainda melhor. 

Análise Presidencial


Aqui fica um exemplo do nível de literatura proporcionada por João Pedro Rodrigues no que ao Sporting diz respeito.


A forma como Bruno de Carvalho é comparado com Donald Trump e a classificação dada aos Sportinguistas de "rebanho", são cabais quanto ao nível que este senhor tem para ser delegado da Liga. É bom que Bruno de Carvalho fique atento nos jogos em que este senhor participar como delegado. Se puxar do cigarro electrónico, o Presidente do Sporting pode ser irradiado. 

Já sobre o Benfica e o seu Presidente condenado por roubo e devedor de milhões à banca nacional a coisa já muda de figura. Deixo apenas 3 exemplos interessantes, para quem tiver pachorra de ler.


"E vai acima, vai abaixo e vai ao centro"... cultural de belém


João Pedro Rodrigues com Manuel Vilarinho no dia da apresentação do Filme de Eusébio

Uma cortina de fumo


É engraçado que o senhor que "a falar do Benfica é que se sente em casa" não tenha um like na página do seu clube. Curiosamente tem like no Feirense, Paços de Ferreira, Tondela, Arouca, Braga, Académica, Boavista, Vitória de Guimarães, Freamunde, Rio Ave e Estoril. Uma bela fachada, sem sombra de dúvidas.


Agora apaguem tudo!


É engraçado que João Moura e João Pedro Rodrigues tenham tantas semelhanças. Para além do nome, ambos trabalham para a Abreu Advogado, escreveram no Record e frequentaram juntos a pós-graduação da Liga. Mas há mais: Quer um, quer outro gostam de se esconder. Um tem "vergonha" de ficar da fotografia de família dos delegados da Liga como já vimos (aqui) e o outro tem "vergonha" do seu passado como cronista.

Para além da "fachada" com os likes de Facebook, é curioso que os artigos de João Pedro Rodrigues escreveu para no site do jornal Record e no site Bola na Rede tenham sido apagados recentemente. Infelizmente, não consegui aceder aos artigos que escreveu para o jornal Record. Fico a aguardar (sentado) que o jornal os coloque novamente online. 

Para concluir, quero só acrescentar que a preocupação demonstrada por João Pedro Rodrigues em tentar colocar uma cortina de fumo no seu Facebook e o facto de apagar o seu histórico como "escritor", é sintomática e definidora do carácter do artista.

São estes os senhores que Pedro Proença diz serem "os rostos e a extensão da Liga Portugal em todos os estádios do futebol profissional". 

PS: Não! Ainda não acabei acabei de falar sobre os delegados da Liga.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

18 comentários:

  1. Seria interessante que a Ordem dos Advogados também se pronunciasse.

    SL

    ResponderEliminar
  2. Nao deveria esta cafila ja ter pedido demissao de delegados da Liga?
    Ou nao deveria ja a Liga, uma vez que os "delegados meninos bonitos" nao o fizeram, os ter suspenso/demitido por estarem ilegais?

    ResponderEliminar
  3. Grande trabalho Mister,sei que já foste elogiado várias vezes,mas nunca é demais reconhecer o excelente trabalho que tens feito.
    Isto é o polvo e tu deste mais um tiro num tentáculo,pena que sejam tão poucos a tentar apanhá-lo.

    ResponderEliminar
  4. Impressionante! Obrigado Mister pelo extraordinário trabalho de pesquisa.

    Pergunto: Sendo que em Portugal tudo continua como se nada fosse, pois o sistema está montado numa espécia de "Cosa nostra" nacional, em que o estado lampiónico fáz o que bem quer e lhe apetece (para poder continuar a mandar em portugal nos próximos 10 anos), não haveria forma de apresentar queixa às autoridades que gerem o futebol europeu (UEFA)? Apresentando um relatório completo das artimanhas e a corrupção que está a tomar conta do futebol português (e não só)?
    Senão mais vale chamar à Liga portuguesa...Liga lampiónica!

    SL

    ResponderEliminar
  5. Agradecer ao Mister pelo trabalho excelente, e mesmo querendo ser estupido e não reconhecer que não sabe usar um dicionário e que cometeu um erro tem feito um bom trabalho de investigacão.

    Para que fique claro, o Presidente do Sporting pode irradiar o que ele quiser, em especial alegria e boa disposicão que é o que todos desejamos. Agora, se ele fumar seria ERRADICADO, que por acaso é uma palavra que tem o sentido oposto a IRRADIAR.
    https://www.dicio.com.br/irradiar/

    Existem muitos dicionários disponiveis e usar um de vez em quando não mataria o Mister, mas a gente desculpa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continua a insistir no mesmo erro.

      https://tentolingua.wordpress.com/2012/08/14/paronimos-ou-quase-irradiar-erradicar/

      Arranje lá uma notícia onde seja dito que um dirigente desportivo/atleta foi erradicado...

      Eliminar
    2. O que passousse? O nazi da gramática residente precisa de voltar à escolinha.

      Eliminar
    3. O verbo irradiar (do latim tardio irradiare) significa, entre outras coisas, «afastar» (Dicionário da Porto Editora). Assim, dizer que «o atleta foi irradiado da competição» é o mesmo que afirmar que «o atleta foi afastado da competição».

      Eliminar
    4. Interessante ver o regulamento disciplinar da FPF - art°242
      http://www.fpf.pt/pt/DownloadDocument.ashx?id=7634

      único artigo onde aparece um destes 2 verbos, pelo que aparentemente será uma sanção que existiu anteriormente mais deixou de existir...


      No regulamento disciplinar da liga não aparece nem um nem outro (http://www.ligaportugal.pt/media/7489/regulamento-disciplinar-2017-2018.pdf)

      "Artigo 242.º Regime
      1. Nos procedimentos disciplinares em que um agente desportivo tenha sido condenado com a sanção de
      irradiação e já tenham decorrido mais de 5 anos desde o trânsito em julgado da decisão condenatória ou
      tenha sido condenado com sanção de suspensão superior a 5 anos e tenham decorrido três quartos do
      tempo em que foi condenado.
      2. A tramitação do processo de reabilitação obedece, com as necessárias adaptações, ao processo de revisão.
      3. A reabilitação é decidida pela Secção Não Conselho de Disciplina da FPF.
      4. Sendo concedida, as sanções referidas anteriormente apenas são revogadas com efeitos para o futuro,
      devendo esta constar do registo disciplinar do arguido."

      Eliminar
    5. Caro TM: - entendo por que está a insistir, uma vez que consulta fontes incompletas. Mas antes de insultar o autor do blog, talvez devesse informar-se melhor e ter certezas bem assentes, para não fazer figura de insigne urso. Ora note:

      Um linguista de referência, que é Hélder Guégués, explica no seu blog (http://linguagista.blogs.sapo.pt/) como o TM é uma boa cavalgadura, relinchante, com sela e ferradura. Passo a citá-lo:

      "Acabei agora mesmo de ler três vezes o verbete, e por isso posso garantir: o Dicionário Houaiss não regista a acepção «afastar» do verbo «irradiar». E o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa também não. José Pedro Machado também desconhecia a nupérrima acepção, mas o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora acolheu-a no seu seio despreconceituoso."

      Já agora, procure nesses enjeitados faróis da língua nacional, que são Camilo Castelo Branco e Castilho, semelhante acepção. Não irradie o bom senso da sua vida, homem - há tanta merda que o seu bestunto suburbano ignora... Saiba escutar e aprender antes de cagar sentenças.

      Eliminar
  6. O original não era dos Black Company.

    https://www.youtube.com/watch?v=ZuIuGYF1-0I

    ResponderEliminar
  7. É de facto vergonhoso o que se passa no futebol nacional. Já não existem barreiras para esta gente que até na politica quase conseguiram um golpe de estado no futebol Português.
    Mas quem é tem mão nisto tudo que o Mister explica? Quem? O srº Presidente da Liga em vez de andar a dizer que estas pessoas são o rosto da Liga em todos os estádios deveria estar preocupado pois são estes que o querem de lá para fora.
    Este curso para poder entrar como delegado na Liga é uma vergonha nacional e um descrédito total para aqueles 400 que tiveram mais pontuação que estes dois senhores aqui já identificados. Quem aceitou este curso para se poder ser delegado da Liga? Porque é que só senhores ligados ao Benfica surgem nestas condições?
    Isto é muito para serem simples coincidências no futebol mas por cá no passa nada.
    Já em Espanha não há dó nem piedade para gente.............

    ResponderEliminar
  8. Vergonha...! Li atentamente...esta pouca vergonha...! Valerá a pena continuar...?

    ResponderEliminar
  9. Ahahahah!!! Muito bom caro Mister. Os escondidinhos, ou talvez os tímidos. Meu caro Mister esta gente julga que todos são tapadinhos como os lampiões. Gelados pela testa só come quem quer, e esta gente julga que todos são acéfalos... Ainda bem que há um Mister do Café para nos trazer para a realidade pura e não viver numa realidade paralela que tresanda a "ganza".

    Quer dizer que o amigo João Pedro gosta do Barça e do Dortmund (por sinal boas escolhas), é mais um que é do Atlético Clube de Portugal, esqueceu-se foi das "travadinhas" que teve no apoio ao glorigozo... Cambada de proxenetas!!!

    Força com isso caro Mister, apresente mais alguns escondidinhos/tímidos, para esta malta não ter muita corda, como os bois nos Açores.

    Bom trabalho!

    ResponderEliminar
  10. Assim é q eu gosto... os nomes e as caras dos bois para todos os conhecerem.

    ResponderEliminar
  11. Isto não prova nada porq...BANFICA! (Peço desculpa pelo reflexo pavloviano; esqueci-me dos comprimidos).

    Isto não prova nada, a não ser que há benfiquistas com habilitações literárias ao nível do 2ºCiclo de Bolonha, ou lá o que é. Daí as 4 vagas.

    Agora o meu primo Celso está triste, porque, com o seu curso profissional de escrita criativa da CEAC, julgava fazer parte da elite benfiquista. Isto é uma situação também chata para mim, porque ele partilha quarto com a irmã e agora fechou-se nele, de trombas. Lá teremos de recorrer à privacidade proporcionada pela pilha da paletes dos cacetes na padaria do meu pai. Fazer amor naquele calor é aborrecido porque se sua muito das virilhas e é difícil não aspergir um ou outro cacete. Mas a Carla vale isso e muito mais. E os clientes acham o pão diferente.

    Não entendo a cena com a Abreu. O Benfica só quer estar dentro da lei, como eu estou periodicamente dentro da minha prima. Isso é mau? Querem mais dentro da lei do que um delegado, que é advogado, benfiquista e trabalha para uma firma de advogados que assessora o Benfica relativamente a denúncias de corrupção desportiva, além de tráfico de influências? Relação custo-benefício chetacular, é o que é! O Benfica, sempre na crista da inovação futebolística, inventou o canivete suíço do tráfico de influências.
    JOGUEM MASÉ À BOLA!

    ResponderEliminar
  12. «Uma história das 1001 noites»

    Começa de mansinho, a dar bitaites em colunas de opinião. Sem esconder o seu benfiquismo, numa espécie de comentador pseudo imparcial de programa desportivo da TVI.

    Entretanto começa a ver que um cargo importante vai-lhe dar mais oportunidades, oportunidades inclusive de favorecer o seu clube. Basta equipar-se de um curso caro para as vulgares carteiras e, de preferência, limpar o trilho - que anda aí muito cusco que com aquilo que já escreveu, pode muito bem lixar a vida a um gajo trabalhador. "Maldita gente! É que eu andar a mandar bocas sobre dirigentes/jogadores é uma coisa. Já para mim devia ser considerado difamação!!" Adiante...

    Chico esperto como é, toca de apagar tudo o que o pode incriminar. Principalmente as colunas de opinião, já que invenções e certezas afinal se revelam falsas.
    Óbvio que os responsáveis desses órgãos de informação nem vão achar estranho. Afinal de contas é tudo para iludir o zé povinho.

    Atenção, qualquer semelhança com este artigo é pura coincidência.
    Apenas divagações de alguém que não se mete com gente desonesta.

    ResponderEliminar
  13. Quais são esses artigos. Se ainda souber os titulos desses artigos pode ser que eu ainda os consigue recuperar.

    ResponderEliminar