" Mister do Café: Nuno Saraiva "O regulamento tem de ser cumprido. Se isto tudo for provado quatro títulos do Benfica devem ser retirados"

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Nuno Saraiva "O regulamento tem de ser cumprido. Se isto tudo for provado quatro títulos do Benfica devem ser retirados"


Aqui ficam as declarações de Nuno Saraiva no jornal de hoje da SportingTV onde se referiu ao "Apito Abençoado".


"O regulamento tem de ser cumprido. Se isto tudo for provado os títulos do Benfica devem ser retirados"



Os 8 árbitros envolvidos


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

9 comentários:

  1. Tenham juízo e joguem a bola... Joguem à bola e ganhem os jogos dentro do campo... Foram os árbitros que falharam golos de baliza aberta... Foram os árbitros que contrataram jogadores que foram autênticos flops... E que tal reconhecer os erros e não nos desculpar-me se com os erros dos outros... Sinceramente tenham juízo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram os arbitros como o Manuel Mota que anularam golos limpos? Foram os arbitros como o Jorge de Sousa que não marcaram dois penaltis contra a benfica em duas mãos claras na área? Foram os arbitros como Capela que fizeram um jogo limpinho, lipinho, limpinho?

      Os arbitros só são maus na europa onde o benfica patina sempre...

      Eliminar
  2. Isso tudo seria verdade num país a sério aonde os poderes públicos não tivessem medo do futebol. Infelizmente não é o caso de Portugal...

    ResponderEliminar
  3. Exactamente, é esse o caminho a seguir.
    A retirada dos titulos era o ideal, mas não digam nada ao Calçada que ele não concorda:
    https://www.noticiasaominuto.com/desporto/810594/caso-dos-e-mails-titulos-conquistados-pelo-benfica-nao-estao-em-causa

    E claro, a proibicão de competir em ligas profisionais por um periodo nunca inferior ao numero de epocas "retiradas".
    E isto tem de ir o mais depressa possivel para a UEFA porque em Portugal nada se vai passar e as coisas têm de ser resolvidas depressa.

    ResponderEliminar
  4. Mister, eu sinceramente não sei se concordo completamente com o que diz o Nuno Saraiva. Ou antes, pelo menos teria que ser complementado com a devolução de troféus conquistados (não se trata apenas dum título num papel), devolução de quaisquer prémios financeiros alcançados nesse período (acessos directos à champions rendem pastel do bom, não é verdade?) e por fim exclusão de voto na liga de clubes por 4 temporadas.
    Acrescido a isto, e porque não é nada que seja decidido cá no burgo, a federação/liga deveriam pedir à UEFA a exclusão de acesso a competições internacionais por um período nunca inferior a 4 temporadas.
    Mas no fundo no fundo tenho certeza de que isto é um assunto que se vai resolver como o dos vouchers: com muita falta de vergonha e com vouchers com fartura para todos os que possam neste momento condenar o fifica a qualquer destas penas que mencionei.

    ResponderEliminar
  5. É impressão minha ou o Nuno Saraiva acabou de apontar o enquadramento regulamentar que justifica um processo de descida de divisão do Sporting Clube de Portugal?

    No caso Paulo Pereira Cristóvão, vice-presidente do SCP apanhado a depositar dinheiro na conta de um árbitro (o que não resulta de um exercício de hermenêutica criativa sobre e-mails, mas de um facto comprovado em tribunal), a sua defesa assentou na argumentação de que não se tratara de uma tentativa de corrupção, mas sim de uma “armadilha” para comprometer o referido árbitro com o propósito de alterar a sua nomeação para um jogo em que o SCP era interveniente – o que veio mesmo a suceder.

    Ora, ao abrigo do ponto 65 do regulamento disciplinar da Liga, que Nuno Saraiva veio oportunamente relembrar, esta linha de defesa em torno de uma intenção de corrupção torna-se irrelevante. O SCP, através de um seu dirigente, exerceu uma ação intencional (com a agravante de ser um ato ilegal e criminoso), citando o articulado, “para obter comportamento ou decisão destinados a modificar ou falsear procedimentos e deliberações” – no caso, a nomeação de um árbitro, intenção essa tentada e concretizada -, “assim como o desenvolvimento regular dos jogos das competições desportivas” - idem. O que, citando ainda o mesmo ponto do regulamento, “será punido com a sanção de descida de divisão”.

    E Nuno Saraiva tem toda a razão: “O regulamento tem de ser cumprido”.

    ResponderEliminar
  6. Cala-te andre lampião corrupto,tem vergonha lampião corrupto.SL

    ResponderEliminar
  7. Não percebo como é que se permite que lampiões mentirosos e doentes aqui comentem. O lugar dessa escumalha é nos Nova Geração Gay, os piolhos do Aimar, e serboifiquista

    ResponderEliminar