segunda-feira, 12 de junho de 2017

Abola Sagrada


O jornal Abola continua a seguir uma linha editorial que tem como base fundamental propagandear tudo o que de alguma forma dê jeito ao Benfica/Amigos e branquear tudo o que for incómodo. Esta semana tivemos um exemplo cabal disso mesmo.

Quarta-feira (7 Junho)


Na passada terça-feira Francisco J.Marques esteve num programa no Porto Canal onde denunciou "um esquema de corrupção para beneficiar o Benfica" tendo apresentando inclusivamente provas para sustentar a sua denuncia.

Link da notícia (aqui)

Ainda o programa não tinha acabado e o jornal Record já tinha conseguido obter junto do Benfica uma reacção oficial. Vamos agora para as capas dos jornais do dia seguinte:

Cliquem para aumentar
Como podem verificar, no dia seguinte à denuncia de Francisco J.Marques o jornal OJogo deu grande destaque ao assunto. O Record não considerou esse assunto tão importante mas também lhe deu um pequeno destaque na sua capa e fez a seguinte notícia:

Com quatro letras apenas se escreve a palavra NADA que foi precisamente o tipo de cobertura que o jornal Abola fez. Nem uma única linha sobre o assunto. Um dos maiores escândalos de corrupção do da história do futebol português e nem uma palavra sobre o assunto.

Quinta-feira (8 de Junho)


Uma bomba jornalística deste género possibilita um enorme leque de opções para que os jornais dêem continuidade à notícia. Desde verificar o histórico dos árbitros, falar com os intervenientes directos e indirectos, etc. Foi isso que o jornal Record e Ojogo fizeram para a suas edições do dia de quinta-feira.


Ojogo continuou a dar destaque de capa a este assunto e apresentou aos seus leitores uma série considerável de informação. O jornal Record noticiou que o Ministério Público abriu inquérito e colocou na sua edição os emails comprometedores.

Finalmente o jornal Abola lá falou um pouco sobre o "Apito Abençoado". Na página 8 aparece a primeira referência (muito leve) ao assunto.


Reparem que o jornal apenas noticia que Francisco J.Marques será processado pelo Benfica mas não explica cabalmente o motivo pelo qual lha será movido esse processo. Mas vão ainda mais longe, dizendo que "A APAF também vai apresentar queixa-crime contra Francisco J.Marques". Algo que é absolutamente mentira e que tem sido algo que alguém quer fazer passar. Na realidade, Luciano Gonçalves nunca se referiu sequer à possibilidade de processar o Porto ou o seu director de comunicação. Pediu apenas para que as instituições nacionais averiguassem o caso.

Nas páginas referentes ao Porto aparece o seguinte:


Finalmente, bem lá escondido num cantinho das páginas dedicadas ao Porto lá aparece a uma pequena explicação sobre o assunto. Curiosamente, nada sobre os padres, o primeiro ministro, ou as missas, que são a base da denúncia. Quem olha para isto fica apenas a saber que Francisco J.Marques disse que "à data dos factos eram árbitros que estavam ao serviço do Benfica". De facto, nem o Sonasol limpa mais branco.

Curiosamente, neste dia à noite o "jornalista" Fernando Guerra, uma das mais conhecidas figuras do jornal, aparece no programa "Aquecimento" da Benfica TV onde sem nunca mencionar directamente o assunto, dá a receita para os próximos dias.


Sexta-feira ( 9 de Junho)


No dia 9, apenas uma noticia nas páginas do Porto a dar conta de que o CD abre um processo de averiguações sobre o caso.

Mal seria se não escrevessem que o CD da FPF tinha decidido abrir um processo de inquérito em relação ao "Apito Abençoado".

Curiosamente, às sextas-feiras é dia de Sílvio Cervan espalhar a propaganda da semana na sua coluna semanal. O título "Manobras circenses" prometia bastante, mas a cronica acabou por ser um chorrilho de disparates. Sem nunca se referir ao "Apito Abençoado", Servan afirmou que "sem erros de arbitragem Benfica tinha ganho campeonato com mais de 15 pontos de avanço". Ou mais, caro Servan. Se calhar até tinha feito mais pontos do que os 102 possíveis.

O branqueamento continuou no editorial de José Manuel Delgado que numa crónica dedicada ao Porto onde abordou temas como o fair-play financeiro e a contratação de Sérgio Conceição acaba com isto:


De facto, de cortinas de fumo José Manuel Delgado e seus pares são peritos.

Sábado (10 de Junho)



Entramos aqui numa nova fase que passa por "queimar" Pedro Guerra, fazendo dele o bode expiatório.

Domingo (11 de Junho)


Nem no dia do senhor o jornal Abola espalha a palavra do "Apito Abençoado". Mas fazem algo muito interessante. Vejamos:


Para branquear um escândalo de corrupção, nada melhor do que ir ao baú recuperar um escândalo de corrupção envolvendo precisamente o clube que denunciou o "Apito Abençoado". De que outra forma se pode justificar que o jornal tenha recuperado um assunto morto e enterrado como este, precisamente nesta fase?

Outros tempos...


O jornal Abola não teve interesse em perguntar aos árbitros o que acham sobre esta questão, não teve interesse em divulgar o conteúdo dos emails, não teve interesse em ouvir os envolvidos e muito menos teve interesse em averiguar outras questões relacionadas com o caso. Curiosamente, já achou pertinente recuperar o caso "Calheiros".

Noutros tempos teriam feito uma capa deste género, ou então não...


De facto, a coerência nunca foi uma característica do padre Vítor Serpa e dos seus sacristãos. Basta olharmos para o que fizeram no caso das gravações a Bruno de Carvalho (aqui).

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

12 comentários:

  1. O que faz um jornalista num canal de Clube?!?

    O carnide não pode descer!?! Ouvi bem!?
    Ou seja podem ser corruptos mas não pode descer... Ah ah ah caralho, a instituição. Desculpem, A Instituição.
    Benfica é mais do que a santa casa, benfica está acima de tudo, benfica impugnavel.

    Eusebrio no panteão..... O quarto ou quinto melhor jogador português de sempre, elevado a maior, a semi deus, com honras de estado só porque é o maior de A Instituição.... E agora esta, o carnide não pode descer, por quê mesmo!? Ah, peso histórico.

    "Jornalistas" de merda, vendidos

    ResponderEliminar
  2. Um bocado à margem disto ou se calhar não, fui só eu que reparei no que o Calado disse na passada sexta-feira na CarnideTV2 aka CMTV (22:04 se não estou em erro)? Saiu-se com algo assim:

    "Não se pode julgar uma instituição como o Benfica!"

    Isto de certa forma confirma o 'espírito' de fazerem o que tem feito à descarada porque assumem de antemão que estão acima da Lei e não vai haver consequência. E de facto não tem havido.

    ResponderEliminar
  3. Interessante ver esta comparação de capas que, obviamente, é factual, pelo que nem vale a pena dizer que não aconteceu.

    Mesmo que todas estas capas sejam apenas sobre uma "conversa de café", sobre um membro do CA de Braga e um adepto benfiquista sem qualquer ligação ao clube à data dos acontecimentos.

    Por outro lado, é também muito interessante ver todo o destaque que O Jogo deu a este assunto mas, em contraponto, nem UMA PALAVRA sobre a multa da UEFA ao Porto, e as possíveis futuras consequências da mesma.

    Prioridades...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro Miguel, não sei se está nas suas prioridades, mas se por acaso quiser, ou necessitar, e depois do que acabou de "escrever", acho que um lugarzinho na redação da "Bolha" se adequa na perfeição ao seu perfil.
      Felicidades...

      Eliminar
    2. Oh pa vê se pensas e não vás pela Cartilha! O Gordo era funcionário do Clube do Regime. Dás muito mal para papagaio vermelho.

      Eliminar
  4. Amen Mister! A burla é merda tal como o Carnide! Vão ser todos apanhados padrecoooos!

    ResponderEliminar
  5. Ámen a mais um excelente post, Mister.

    O intestino delgado até anda com olheiras... Pobres de espírito e gente invertebrada!

    ResponderEliminar
  6. Carrega Mister!
    Só um (eventual) reparo: aí a meio é referida à apaf (que a apaf vai apresentar queixa), e depois o Fontelas (que nunca se referiu à possibilidade de processar). Ora, o Fontelas já não preside à apaf... é o Luciano, terá havido troca de nomes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente! Tem toda a razão. Troquei o nome dos artistas. Já corrigi! Obrigado

      Eliminar