segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Lanças apontadas ao Sporting na BTV - Parte II


No passado dia 7 de Outubro fiz um post sobre programa "Lanças apontadas" da Benfica TV. Nesse post, demonstrei de forma cabal que os 3 elementos do painel do programa: João Paulo Oliveira e Costa, José Manuel Antunes e Pedro Ferreira não seguiram o pedido do Luís Filipe Veira que na altura pediu para "não falarem dos outros".

(Link do post - cliquem)

E até aqui nada de novo. Os opinidores são livres de dizerem o que quiserem. Só constatei um facto tão simples quanto este: Não seguiram o pedido do Presidente do clube e, num órgão de comunicação oficial do clube, voltaram a atacar o Sporting.

Lanças apontadas ao "Mister do Café"


No programa da semana seguinte (dia 12),  João Paulo Oliveira e Costa decidiu apontar as suas lanças para mim. 


Em primeiro lugar, fico contente pelo facto de o blog ser bem visto por alguns Benfiquistas, nomeadamente na Benfica TV. Depois, devo acrescentar que o Sr. João Paulo Oliveira e Costa, muito provavelmente não estará familiarizado com a definição de manipulação. Apesar de existir uma multiplicidade de programas de edição de imagem, ainda não criaram um software onde fosse possível colocar pessoas a dizer o que eu quero, logo, não estou a ver como e onde manipulei as declarações destes senhores. Basta verem o post anterior para perceberem o que este painel disse sobre o Sporting.

Mas, também acrescentou a deturpação ao rol de bitaites para se defender do indefensável. Vieira pediu para não falarem dos "outros" e estes senhores não respeitaram o pedido do Presidente encarnado.

Mas vamos aos factos!

As lanças desmontadas


O programa "Lanças apontadas" dessa semana para além das 5 rubricas habituais teve também uma análise ao falecimento de Mário Wilson e a análise aos jogos da semana do Benfica:

Em termos de tempo despendido para cada um destes temas:

- 15 Minutos dedicados a Mário Wilson, onde foram lançadas várias "bicadas" ao Sporting;
- 19 Minutos dedicados aos jogos do Benfica (antevisão do jogo com o Santos e análise ao jogo com o Feirense)
- 52 Minutos dedicados às rubricas habituais do programa

Num programa de 86 minutos, cerca de 52 minutos foram dedicados às rubricas do programa. Vejamos agora quais foram os temas abordados nesse programa:


Como podem verificar, grande parte destes 52 minutos foram utilizados para falar no... Sporting. O quadro é elucidativo e não deixará margem para dúvidas.

Tudo isto após o pedido expresso de Luís Filipe Vieira para que os benfiquistas não falassem dos rivais. Eu imagino se Vieira não tivesse feito este pedido...



Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

domingo, 30 de outubro de 2016

Discurso de Bruno de Carvalho em Beja


Aqui ficam alguns excertos do discurso de Bruno de Carvalho no Núcleo do Sportinguista de Beja. 

(Actualização no post: Entretanto consegui encontrar o vídeo completo do discurso. Deixo ficar os dois vídeos.)

Momentos seleccionados pelo Correio da Manhã.



Discurso completo






Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sábado, 29 de outubro de 2016

Joguem à bola, porra!


O Sporting vive por estes dias uma crise desportiva que é alicerçada em dois vectores fundamentais: O resultados não aparecem e as exibições são patéticas. Quero por isso, fazer uma análise à época do Sporting.

4 jogos, 4 vitórias


A equipa teve um início de época absolutamente fantástico. Na primeira jornada e mesmo sem Slimani (castigado), a equipa conseguiu vencer o Marítimo fazendo uma boa exibição. Seguiu-se a deslocação a Paços de Ferreira, um estádio sempre complicado e a recepção ao Porto. Nesses jogos, e mesmo sem João Mário, a equipa mostrou toda a sua valia vencendo convincentemente. De seguida, goleamos o Moreirense, já com as transferências de João Mário e Slimani fechadas. Bas Dost marcava na estreia, Gelson encantava a Europa e até Campbell marcou. Tudo corria bem!

Madrid


O Sporting chegou a Madrid com a liderança do campeonato e a demonstrar um bom futebol. E de facto, a equipa demonstrou toda a sua qualidade fazendo uma exibição absolutamente fantástica na casa do campeão europeu. Nem a infelicidade dos minutos finais tira o mérito à equipa leonina.

Vila do Conde


De seguida, uma deslocação sempre complicada a Vila do Conde. Jorge Jesus fez várias alterações na equipa: Campbell, André e Schelotto foram titulares e Bruno César jogou a lateral esquerdo. O Sporting até não entrou mal na partida e até podia ter inaugurado o marcador. Nada faria esperar que nos últimos 15 min da primeira parte a equipa sofresse 3 golos do Rio Ave e que o flanco esquerdo leonino fosse um autêntico "passador". Bruno César esteve mal e Campbell não o ajudou em nada. Jorge Jesus nunca mais repetiria entrar a jogar com Bruno César a lateral. 


Regresso a casa


De seguida, duas vitórias confortáveis em casa frente ao Estoril (4-2) e Légia (2-0), davam a entender que a equipa estava de volta e que o jogo em Vila do Conde tinha sido um mero acaso. Mesmo assim, os dois golos sofridos nos últimos minutos do jogo frente ao Estoril mostraram uma atitude pouco competitiva com o jogo resolvido.

Guimarães


Seguiu-se a sempre difícil visita a Guimarães. Este jogo é das coisas mais inacreditáveis que já vi no futebol. A equipa fez uma excelente exibição durante 70 minutos e consegue cometar a proeza de se deixar empatar. Mais uma vez, desconcentrações e infantilidades permitiram dois golos em dois minutos para a equipa da casa, que em cima do fecho da partida e com a ajuda do Artur Soares Dias consegue empatar o jogo. Nesse jogo, para além do resultado infeliz, ficamos sem o nosso capitão e motor da equipa.

Reservas resolvem em Famalicão 


Entretanto, deu-se a paragem para compromissos das selecções nacionais e logo de seguida uma deslocação a Famalicão para a Taça, onde uma equipa com muitas "reservas" conseguiu ganhar bem a partida, antes de uma cartada muito importante na Champions, frente ao Dortmund.

Alemães em Alvalade


No regresso das grande equipas europeias a Alvalade, o Sporting tentou jogar com um bloco mais baixo para evitar dar muito espaço à última linha do Dortmund. Ainda para mais quando faltava o motor da equipa e o jogador capaz de pressionar bem alto. O golo bastante cedo do adversário dificultou muito a tarefa da equipa que sem Jorge Jesus no banco só ao intervalo conseguiu rectificar e acabar por cima no jogo. 

A crise


Mais do que o resultado, o que incomodou os Sportinguistas foi a exibição e a atitude da equipa no jogo frente ao Tondela. Apesar de tudo isso e de todas as criticas justificadas à equipa, os Sportinguistas mantiveram-se unidos em torno do objectivo principal. Foram inúmeras as demonstrações de confiança ao longo da última semana, por forma a dar confiança e tranquilidade à equipa no jogo frente ao Nacional. Da parte dos adeptos não há absolutamente nada a apontar. Estiveram como habitualmente ao lado da equipa. O pior foi o resto....

O jogo de ontem apresentou uma equipa leonina que entrou em campo disposta a dar tudo pela vitória. Pelo menos, foi o que transpareceu para quem viu os primeiros 30 minutos, onde a equipa conseguiu criar 3 oportunidades de golo. Puro engano. Depois disso, o Nacional controlou o jogo a seu belo prazer e até podia ter saído com a vitória. Foi mais uma exibição medonha da equipa que nos deixa a uns inimagináveis 7 pontos da liderança. Alguém conseguiria prever isto depois da 4ªjornada? De resto, destaque para uma péssima arbitragem de Vasco Santos, que não viu um penalti claríssimo sobre Bruno César nem as inúmeras entradas duras dos jogadores do Nacional. Já para não falar nos descontos dados...

Os problemas


Ala esquerda

Bem sei que Jefferson está lesionado e que a única alternativa no plantel principal é Marvin. Mas já não está mais do que provado que o holandês está num momento péssimo e que não transmite nenhuma confiança à equipa? 

Soluções? Bem, desde logo há Pedro Empis, jogador da equipa B que tem feito um excelente campeonato na II Liga. Esgaio jogou nesta posição nos jogos olímpicos. E por que não João Pereira na esquerda? Continuar a apostar em Marvin é que não. Por favor!

E à sua frente, Bryan Ruiz tem feito um início de época completamente desastroso. É que nem na fase inicial da época quando a equipa esteve bem, se conseguiu destacar. Não há outras soluções? Bem sei que Campbell rende muito mais à esquerda e com Gelson a jogar bem (ontem fez um mau jogo) fica complicado. Mas não poderiam coexistir no onze inicial, trocando de flanco ao longo do jogo e aproveitando o bom jogo interior de ambos? E Matheus Pereira não conta? Estamos a falar de um jogador que com Jorge Jesus fez 18 jogos e marcou 5 golos na época passada, tendo sido titular no jogo contra o Porto em Alvalade. Serviu para jogar frente ao Porto e não serve para jogar contra o Tondela?

O substituto de Adrien

Já toda a gente percebeu que não há no plantel quem consiga substituir o capitão leonino com qualidade. Elias já foi testado e não correspondeu, Meli nem sequer é convocado. Resta Bruno César, pau para toda a obra nesta equipa. Se não conseguimos controlar o jogo com um meio campo a dois por que não jogar com um meio campo com 3 jogadores? William, Elias e Bruno César. 

Apoio ao avançado

Bruno César, Bryan Ruiz, André, Alan Ruiz, Markovic e até Castaignos já foram testados. Nenhum resultou. E por que não colocar Matheus ou Campbell nesta posição? E por que não nesta fase em que estamos sem Adrien colocar um meio campo a 3? Já que não temos quem jogue bem nesta posição...

William a marcar penaltis?

Não! Por favor, não! William Carvalho é um enorme jogador e um símbolo do Sporting, mas marcar penaltis não é sua especialidade. Com Bruno César em campo é inadmissível não seja ele a bater.

Joguem à bola, porra! 


A conquista do campeonato nacional está muito complicada nesta fase, mas tudo pode mudar de um momento para o outro como ficou demonstrado na época passada com a recuperação do Benfica. É difícil? Muito!!! Só uma equipa concentrada, dedicada, bem orientada e com qualidade e com uma pontinha de sorte, pode aspirar a uma recuperação desta magnitude. 

Obviamente, os principais culpados destes maus resultados são os jogadores e a equipa técnica. Jorge Jesus não tem conseguido resolver os problemas da equipa e terá obrigatoriamente de o fazer já no próximo jogo. Não queremos desculpas, nem tretas. Queremos a equipa do início da época de volta aos bons resultados e às boas exibições.

A contestação ao treinador é normal nestas alturas e Jorge Jesus já provou que é um enorme treinador. Este será apenas e só, mais um desafio na sua carreira. Não me parece que o lugar do treinador esteja em causa até ao final da época, onde, como habitualmente será feita a avaliação ao seu trabalho. Se Bruno de Carvalho "levou" com o Marco Silva até ao último dia da época, não me parece que deixe cair Jorge Jesus.

É hora de Jesus puxar dos galões e demonstrar toda a sua capacidade. E por favor, não me venham com o "Marco Silva é que era bom", propangadeado todas as tretas debitadas pelo Record - jornal oficial do "Mourinho da Amoreira" - ou pelos comentadeiros de serviço. É que apesar de estar a fazer uma má época, Jorge Jesus leva mais 2 pontos à 9ª jornada do que levava Marco Silva em 2014/2015 que era 6º classificado...


E por favor, também não me venham com a treta do "Marco Silva tinha um plantel pior". Patrício, William, Adrien, João Mário, Slimani, Nani, Carrillo ou Cédric eram algumas das soluções do plantel de Marco Silva...

Os Sportinguistas já deram muitos votos de confiança a esta equipa. Está na hora de serem eles a demonstrar aos adeptos que vale a pena estar junto da equipa. Joguem à bola, porra! 



Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Doidos à solta


Cá vai mais um caso para o museu do futebol nacional. Não fechem a página só por ser um post sobre Futsal. Leiam até ao fim e percebem o pântano em que o futebol português está metido. 

A queixa do Sporting


Segundo o que é noticiado pelos jornais, o Sporting apresentou uma queixa contra o Benfica por utilização irregular do jogador Bruno Coelho no jogo da Supertaça de Futsal disputada entre os dois clubes e que acabou com vitória do Benfica. 


Tudo explicado ao pormenor


Sporting e Benfica disputaram a final do Campeonato de Futsal da época passada em 4 partidas, nas seguintes datas:

1º Jogo: 12 de Junho
2º Jogo: 13 de Junho
3º Jogo: 17 de Junho
4º Jogo: 19 de Junho

Depois de desentendimentos no segundo jogo da final do play-off entre Bruno Coelho (jogador do Benfica) e Miguel Albuquerque (Director do Sporting), o Conselho de Disciplina emitiu um comunicado com o mapa de castigos no dia 17 de Junho, precisamente no dia do 3ºjogo do play-off.

O comunicado do Conselho de Disciplina saiu duas horas antes do jogo. O Benfica, desconhecendo as regras pelas quais se rege a competição, entendeu que o jogador não poderia jogar nesse 3º jogo. Nada mais errado. Ora, segundo o Regulamento Disciplinar:


Ou seja: O castigo do jogador Bruno Coelho foi conhecido no dia 17 através do sitio na internet da FPF, só teria efeitos a partir de dia 20 de Junho. Como o 3º e 4º jogo ocorreram antes de dia 20 de Junho, o Benfica poderia perfeitamente ter utilizado o seu jogador nesses jogos. Ficaria sim, impedido de jogar num eventual 5ºjogo da final do play-off, que felizmente não foi preciso pelo facto de o Sporting ter conseguido o título logo no 4ºjogo. 

Ora, se Bruno Coelho levou um jogo de suspensão para ser cumprido após dia 20 de Junho e o campeonato tinha acabado no dia anterior, é fácil de perceber que teria de cumprir esse jogo de castigo no primeiro jogo da nova época, precisamente o jogo da Supertaça frente ao Sporting. 

Os ignorantes


O mais engraçado no meio disto tudo é que o Benfica em total desconhecimento pelas regras que regem a sua principal competição, não utilizou Bruno Coelho no 3º jogo do play-off. E aqui quero destacar a forma hilariante como o acórdão do Conselho de Disciplina desmonta a ignorância dos responsáveis benfiquistas.


Retirado acórdão processo (link)


A primeira linha de defesa


Como habitualmente, a primeira linha de defesa é feita pelo jornal Record e pelas suas fontes.

(Link da notícia)

Diz o Record:

"Ao que apurámos, antes do primeiro dérbi de 2016/17, realizado em Loulé, as águias solicitaram à FPF um esclarecimento sobre a situação disciplinar do ala e receberam, por escrito, a confirmação de que o jogador já tinha cumprido o castigo no terceiro jogo do playoff da época passada e que, por isso, estava autorizado a defrontar os leões na Supertaça."

Resumindo


O conselho de disciplina da FPF diz cabalmente que o jogador está impedido de jogar na Supertaça. Entretanto, o Benfica pede um esclarecimento à direcção da FPF que informa o clube que Bruno Coelho pode jogar.

Quer-me parecer que a sociedade portuguesa ainda não percebeu bem o que está aqui em causa. Isto é a mesma coisa que um tribunal decretar uma sentença dando ordem de prisão, o visado escrever uma carta ao Presidente da República a pedir para não ser preso e o Presidente responder afirmativamente a esse pedido, atropelando o que foi decretado em tribunal. É que é disto que estamos a falar. E se neste exemplo o Presidente da Republica não tem poderes para contrariar uma decisão de um órgão de justiça, muito menos terá a direcção da FPF.

E ninguém fala neste escândalo. Tirando o post de Nuno Saraiva na quarta-feira, não há um jornalista ou comentador neste país que denuncie esta "palhaçada". Absolutamente inacreditável.

Ora, afinal quem é que manda na justiça desportiva? É o Sr. Fernando Gomes e os seus pares que mandam nisto tudo? É que se é ele quem decide unilateralmente, nem vale a pena andarmos com todos estes processos a arrastarem-se durante meses. Numa qualquer hora de almoço ele é capaz de resolver todos os casos do futebol português. E não duvido que o Benfica se disponibilize a oferecer um voucher de cortesia. Assim, enquanto decide sempre vai "matando o bicho"...

Por falar em "matar o bicho", vejam quem esteve na tomada de posse de Luís Filipe Vieira


Humberto Coelho, vice-presidente da FPF (deve ter o pelouro relacionado com o Benfica), Presidente Tribunal Arbitral do Desporto ( órgão que decidirá o caso "Vouchers"),  Presidente da APAF (pois claro) e João Loureiro, Presidente do Boavista (Por que será?)

Obviamente, o Sporting já apresentou a devida queixa sobre este caso. Importa salientar que de acordo com o que foi noticiado, o Sporting não quer a Supertaça, quer apenas e só que o resultado fique registado como uma derrota do Benfica.

Provavelmente serei a única pessoa em Portugal a pegar no assunto, pelo que a partilha do post é essencial para que o assunto chegue à esfera mediática. Conto com o vosso apoio.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)


quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Record tem razão no caso "Luís Gonçalves"

No post anterior, apresentei uma entrevista de Luís Gonçalves dada hoje ao jornal Record. De facto, as declarações do atleta do Sporting pareciam-me desde logo muito graves para serem proferidas com esta leviandade. Tendo em vista o histórico do jornal e do grupo editorial (não me esqueci dos sms´s de Jesus que nunca viram a luz do dia", e mediante o desmentido cabal do atleta solicitei "uma apurada investigação por parte da autoridade para a comunicação social e do sindicato dos jornalistas".

O Record resolveu publicar o audio da entrevista e esclarecer a situação. Apesar de não ser todo o audio da entrevista, a parte seleccionada não deixa margem para dúvidas. 

Ficam aqui as minhas desculpas ao jornal e um pedido ao Sporting para que, a breve trecho retire o atleta dos seus quadros, visto não estar apto para desempenhar as suas funções no clube.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

O Jornal Record é um circo


Hoje, o jornal Record apresentou uma entrevista a Luís Gonçalves, atleta do Sporting. Ora, basta ler um pouco da mesma para perceber que um atleta do clube nunca poderia falar assim sobre que o ajuda.

A notícia


Aqui está a peça assinada pelo jornalista Fábio Lima.


O jornaleiro que gosta de ver a Luz a tremer





A resposta de Luís Gonçalves


Amigos, Escrevo o presente post para vos dar conta da minha enorme indignação, insatisfação, desilusão e revolta perante o artigo da página 34 da edição do jornal Record de hoje. Como todos sabem, é com o maior orgulho que envergo a camisola do Sporting Clube de Portugal. Os que estão mais próximos de mim sabem que as referências positivas que faço ao Clube são constantes e quase diárias. Como poderia eu dizer tais barbaridades?! Lembrar-me do título da peça “Servi de palhaço, como sempre…”, numa alusão ao momento em que subi ao relvado do Estádio José Alvalade para mostrar a medalha que conquistei nos Jogos Paralímpicos, dá-me vontade de chorar. O meu dia está a ser envolto em grande tristeza e tinha tudo para ser o oposto. 

Podem chamar-me ingénuo mas nunca, em tempo algum, pensei que fosse possível adulterar, falsear e manipular desta maneira as declarações de alguém. Tenho um enorme respeito e consideração pelo Nélson Évora. É incrível o que a comunicação social é capaz de fazer… Hoje, de manhã, a expectativa era enorme. Acordei com um sorriso de orelha a orelha. Afinal, o Desporto Adaptado iria ter destaque num jornal nacional. E – conseguem imaginar? – era eu quem iria dar voz a esse enaltecimento de uma vertente desportiva que tanto dá ao nosso País. O orgulho era grande; a expectativa, essa, era ainda maior. Pois bem, todo e qualquer sentimento positivo que se apoderou de mim, rapidamente se transformou num pesadelo assim que me deram conhecimento da notícia. O Sporting Clube de Portugal é a instituição a nível nacional e internacional que mais tem feito para combater as diferenças de apoio dado aos atletas do Desporto Adaptado e aos atletas não portadores de deficiência. Já o disse publicamente e reitero: se os restantes clubes fizessem metade daquilo que o Sporting Clube Portugal faz pelo Desporto Adaptado a realidade do País seria bem diferente. É um Clube ímpar que todos devemos enaltecer. Ainda na passada semana aconselhei vários jovens atletas a ingressarem no Clube. O Sporting Clube de Portugal trata todos os seus atletas de igual modo. Recebo mensagens constantes do Presidente que me dá todo o apoio. 

Foi num momento menos bom da minha carreira, quando obtive um resultado menos feliz no Europeu, que o Clube me contactou para renovar contrato. Foi um sinal de enorme confiança que, sem dúvida, me catapultou para a conquista da medalha nos Jogos Paralímpicos. Estou eternamente agradecido ao Sporting Clube de Portugal. Esta, aliás, não foi a primeira vez que subi ao relvado do Estádio José Alvalade. Fi-lo quando fui campeão do Mundo e fi-lo agora na condição de medalhado olímpico. Posso garantir-vos que em ambos os momentos tive muitas sensações, mas nenhuma delas foi a de estar na pele de um palhaço. Tudo isto é surreal. O que senti, isso sim, foi um enorme orgulho e uma vontade cada vez maior de dar sempre mais e mais pelo meu Clube e pelo meu País. Nunca me vou esquecer das bancadas cheias a aplaudirem-me. Foi um sentimento ímpar que quero voltar a sentir. Por todo este sentimento e admiração que tenho pelo Sporting e pelo presidente Bruno de Carvalho, resta-me pedir que nunca deixe de apostar, como tem feito, no Desporto Adaptado. Se não fosse o Sporting Clube de Portugal, acreditem, estávamos muito, mas muito pior. O Sporting é reconhecido como um clube de referência a nível mundial no Desporto Paralímpico e isso deve ser mais que enaltecido!

Lamento mesmo muito o conteúdo da notícia, tentarei não lhe dar importância rigorosamente nenhuma pois, acredito no meu clube, no meu presidente e reconheço o trabalho que este tem feito por mim e por todos os atletas, e isto basta-me! 

Para terminar, a minha maior garantia: continuarei, todos os dias, a trabalhar no limite para honrar o emblema do grande Sporting Clube de Portugal.


O que se passou aqui é gravíssimo e merece uma apurada investigação por parte da autoridade para a comunicação social e do sindicato dos jornalistas. Veremos se a culpa vai morrer solteira, mais uma vez...


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

O Rei do Calote


No dia em que Vieira será reeleito, quero deixar apenas 3 apontamentos.

Uno


No programa "negócios da semana" de ontem, José Gomes Ferreira fez uma pergunta interessante...


Dos


Num artigo de opinião, Bruno Carvalho, antigo candidato à presidência do Benfica trouxe alguns temas interessantes para a agenda. Vejamos:

"Se desportivamente tudo corre pelo melhor e o Benfica parece estar no rumo certo, já em termos económico-financeiros caminhamos, sorridentes e de uma forma quase inconsciente, para o abismo.

Luís Filipe Vieira é responsável pelo aumento do endividamento do Benfica em mais de 400 milhões de euros. Só entre empréstimos bancários e obrigacionistas devemos mais de 300 milhões enquanto, por exemplo, o Real Madrid deve 80 milhões.

O estádio já devia estar pago há muito. Foi inaugurado em Outubro de 2003, há precisamente 13 anos, e teve um custo líquido abaixo dos 100 milhões. Não é o estádio que explica a subida do Passivo, como não é o Seixal que foi pago com o “naming” da CGD e muito menos o museu que custou perto de 10 milhões de euros.

O Passivo subiu devido a um despesismo sem precedentes que nem o reforço da equipa principal explica pois as excelentes vendas milionárias tudo deveriam ter compensado.

A sensação do dinheiro fácil de grandes vendas tende a dar péssimos resultados a longo prazo.

Na sua vida pessoal, Vieira é um milionário totalmente endividado e que não hesitou em se alavancar de uma forma brutal. Temo que o mesmo modelo, a mesma lógica, tenha sido trazida para o Benfica. Isso não é aceitável e é extremamente perigoso.

Finalmente, há uma série de princípios morais, e da forma de ver o clube, que me impedem de algum dia ser apoiante do actual Presidente. Luís Filipe Vieira não consegue explicar uma coisa tão simples como o seu número de sócio. A verdade é que nunca houve um único jornalistas que se interessasse seriamente pelo assunto. Parece insipiente, mas não o é. Se o número não for legítimo toda a credibilidade e honra do Presidente se desmoronam.

Depois o Benfica tem uns estatutos tenebrosos, desenhados a perpetuar no poder o actual Presidente (que já nem disso precisa) e muito pouco democráticos, nada condizentes com a sua história.

E temos, ainda, a questão de um esdrúxulo voto electrónico sem um suporte físico que o comprove e que permita recontagens. Ninguém poderá dizer que qualquer votação no Benfica tenha sido adulterada por o uso deste sistema, mas, e em bom rigor, também ninguém poderá pôr a mão no fogo pela sua autenticidade.

Mais grave é a teia de negócios mal explicados e que muito me desagradam.

Em tempos de vitória não se olha com o devido cuidado para esses negócios, mas eles existem, são muito duvidosos e não percebo como não são investigados com mais profundidade."

Tres


Só quero deixar uma pergunta no ar: Alguém viu o programa eleitoral de Luís Filipe Vieira?


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Vouchers for Dummies - As primeiras 24 Horas


Tenho ouvido e lido tanto disparate sobre este processo dos Vouchers, que resolvi fazer uma série de posts sobre este assunto. Começo com os acontecimentos das primeiras 24 horas.

05/10/2015 - A denúncia de Bruno de Carvalho


O Presidente do Sporting denunciou o caso no dia 5 de Outubro de 2015 no programa "Prolongamento" da TVI 24. 


06/10/2015 - O escudeiro de serviço


As capas dos jornais do dia seguinte deram pouca relevância ao tema pelo adiantado da hora. Mas, durante o dia era preciso haver algum tipo de explicação oficial ou oficiosa, por parte do Benfica. 

Eis que surge Rui Pedro Braz a lançar a primeira vaga da propaganda. Obviamente, mentirosa...


A primeira abordagem, passou por trazer para a discussão pública os regulamentos da Uefa. Diz o "expert" que existe "uma recomendação da Uefa com um limite máximo de 200 euros por oferta de cortesia". Ora, aqui está a primeira mentira. O limite máximo recomendado são 200 francos suíços que à conversão da época, seriam os famigerados 183€. 

Mas, Rui Pedro Braz vai ainda mais longe na sua verborreia, afirmando que "A Liga Portuguesa assume esses regulamentos como baliza para as ofertas aceitáveis. A Liga entende que este limite estabelecido pela Uefa é um limite correcto e estabelece os 200€ o limite para ofertas de cortesia". Aqui está a segunda mentira. Passo a explicar:,

Segundo "As normas e instruções para árbitros - Futebol de 11", emanadas pelo Conselho de Arbitragem da FPF, no capítulo sobre lembranças e no seu ponto nº5, versa o seguinte:

"Os árbitros podem aceitar recordações sem valor comercial, tais como emblemas, galhardetes, miniaturas da camisola da equipa, medalhas comemorativas ou lembranças regionais, mas somente depois do jogo".

Estas são as regras pelas quais os árbitros se regem. Vejamos agora os regulamentos da competição:



Segundo o dicionário da língua portuguesa, a palavra "tacitamente" significa: "algo que não está declarado mas que se subentende". É preciso escrever mais alguma coisa? 

Isto só para provar a mentira que a máquina de propaganda lançou desde o primeiro dia. Para que fique claro, este caso sendo julgado pela justiça desportiva portuguesa nunca é decidido com base nas recomendações da UEFA. Tem de ser julgado pelos regulamentos nacionais.

Mas a actuação de Rui Pedro Braz não se fica por aqui. Foi ele a primeira pessoa em Portugal a lançar a atoarda do "preço de custo", como se isso tivesse alguma relevância para o caso. Mesmo sendo uma estupidez pegada, ainda há quem acredito nisso. Vamos lá desmontar:

Segundo Rui Pedro Braz, a caixa Eusébio "tem um preço em loja de 59,90€ e um preço de custo para o Sport Lisboa e Benfica de 24,00€, portanto estamos muito longe do valor limite que a UEFA estipula para estas tais ofertas de cortesia".

Ora, se o que conta é o preço de custo para o Benfica, conforme defende Rui Pedro Braz, abre-se aqui uma verdadeira caixa de pandora no futebol português. É que assim, qualquer pessoa pode dar o que entender ao Benfica para depois ser distribuído pelos árbitros da partida. Como o Benfica recebeu esse bem/serviço a "custo zero", pode dar ao árbitro sem problema. Acho que é uma excelente ideia, mas se calhar dá muito nas vistas. E que tal uma parceria com a Apple cujo preço de produção de um Iphone é bem inferior aos 183€...

Link notícia
Acho engraçado nunca se ter discutido o "preço de custo" do café com leite e da fruta, na altura do apito dourado.

Mas Rui Pedro Braz ainda tinha mais "insides" do Benfica. Segundo o artista, "apenas 7 árbitros em usaram o voucher em 2014/2015."

Mau Maria! Então usaram os vouchers ou não?


A progapaganda continuou no Mais Futebol


Cerca de uma hora depois das declarações de Rui Pedro Braz, surgiu a continuação da propaganda no site do Mais Futebol.

Link da notícia

A troika que escreve esta peça jornalista passou 2 mensagens fundamentais:

1) Árbitros cumpriram com os regulamentos.

José Fontelas Gomes, actual Presidente do Conselho de Arbitragem, era na altura líder da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) veio a terreiro fazer alguns esclarecimentos aos jornalistas do Mais Futebol dizendo: "Não posso quantificar quanto custa cada jantar, mas posso garantir que os árbitros respeitam integralmente o código ético da UEFA".

Fontelas Gomes acrescentou ainda e corrigiu a informação dada anteriormente por Rui Pedro Braz: "O código de ética da UEFA estabelece que o valor máximo das lembranças não pode ultrapassar os 200 francos suíços, o que dá qualquer coisa como 183 euros.»

2) O "preço de custo" e o "preço médio"

O Mais Futebol segue a mesma teoria do "preço de custo" lançada por Rui Pedro Braz. "Refira-se que a caixa com a cara de Eusébio, uma camisola retro do Benfica tem um preço de venda ao público, na loja do clube, de 59,90 euros. De acordo com fonte do emblema da Luz, o custo de produção é de 24 euros. "

E os cálculos continuam com base num "preço médio". "Os sites da especialidade indicam que uma refeição no restaurante do Terreiro do Paço custa em média 20 euros por pessoa, o que vai no sentido da informação veiculada pela mesma fonte de encarnados: os interessados estão limitados aos menus existentes, com «preços normais». Os jantares são resultado de uma parceria entre clube e a empresa fornecedora, novamente sem custos para o primeiro." 

Ora bem, os sites da especialidade e a fonte do Benfica dizem que se come no Museu da Cerveja por apenas 20€ em média. Desde logo, o preço médio não é sequer relevante quando o voucher não tinha limite de valor.

Vamos dar uma pequena vista de olhos na ementa.


Desde logo, é possível perceber que o prato mais barato custa 17,50€. Logo, restam-nos 2,5€ para beber qualquer coisa. Talvez um copo de água da torneira. Isto para quem tem um coucher na mão que lhe dá direita a consumir o que quiser.

Hum, já estou a ver a dificuldade de escolha entre beber uma quinta bacalhôa ou um copo de água da torneira.

Obviamente, ninguém faz uma refeição neste espaço por 20€/pessoa e nem sequer o preço médio são estes 20€.

Mas então porque raio é que usaram estes 20€ como referência?

O kit com a camisola do Eusébio custa 59,90€. A isto temos que somar 40€ pelas 4 entradas para o Museu do Benfica, de acordo com os preços praticados na época. Para fechar, os 20€/pessoa da refeição.

Ora, isto dá a módica quantia de 179,90€. Mesmo, mesmo, mesmo no limite dos 183€ regulamentares. Incrível não é?

Mas há aqui uma coisa bastante engraçada nesta "peça jornalística", que passo a citar: "Relativamente ao voucher, refira-se, na maior parte das vezes é utilizado por familiares e amigos. Uma coisa que acontece em certas situações é os árbitros de Lisboa pedirem os vouchers aos árbitros do norte, que não têm possibilidade de os utilizar."

Afinal de contas, os árbitros pedem os vouchers ou não pedem? Usam ou não usam?

Fica exemplificada a forma atabalhoada como a imprensa e a comunicação do Benfica tratou do caso nas 24 horas subsequentes.

João Malheiro confirma


No final dessa noite, João Malheiro confirmou a entrega "daquela caixa aos árbitros, delegados e observador.


Ficam aqui relatadas as primeiras 24 horas após a denuncia de Bruno de Carvalho. Estamos a falar de uma terça-feira, onde na época não existiam programas diários sobre futebol, com excepção do Mais transferências pelas 18:30 na TVI 24 e do programa diário da CMTV, onde João Malheiro confirmou as entrega das prendas. 

Só pelos factos aqui apresentados já é possível perceber as incongruências do discurso encarnado. Ainda estou apenas a "aquecer", no que diz respeito a este tema, pelo que nos próximos dias terei mais posts sobre o assunto.

PS1: Podem consultar dois posts sobre este assunto nos links seguintes:
- Análise à decisão da Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga (link-cliquem)
- Explicação completa sobre o caso "Vouchers" (link-cliquem)

PS2: Por falta de tempo ainda não apresentei a 3ª parte do post "The rise and fall of Rui Gomes da Silva e os "convertidos" de Vieira". Fica prometido para os próximos dias.

De qualquer forma fica aqui a parte I (cliquem) e a parte II (cliquem)

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

terça-feira, 25 de outubro de 2016

VOTEM ONLINE


Os sites da revista France Football e da Eurosport, estão a fazer uma sondagem online onde é possível votar no melhor jogador do Mundo do Ano de 2016. Apelo por isso ao voto no nosso guardião, nos links em baixo:


Eurosport (cliquem)
France Football (cliquem)


Vamos lá mostrar a nossa força!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

O Melhor do Mundo!


Rui Patrício foi hoje apresentado pela revista France Football como um dos 30 jogadores nomeados ao prémio Ballon d`Or.


Lista completa de nomeados


6 - Gareth Bale, Toni Kroos, Luka Modric, Sergio Ramos, Pepe, Cristiano Ronaldo  (Real Madrid),
4 - Andres Iniesta, Luis Suarez, Neymar, Lionel Messi(Barcelona),
4 - Thomas Muller, Manuel Neuer, Arturo Vidal,Robert Lewandowski (Bayern Munich),
3 - Gianluigi Buffon, Paulo Dybala, Gonzalo Higuain  (Juventus),
3 - Diego Godin, Antoine Griezmann, Koke (Atletico Madrid),
2 - Zlatan Ibrahimovic, Paul Pogba (Manchester United),
2 - Riyad Mahrez, Jamie Vardy (Leicester City),
2 - Sergio Aguero, Kevin de Bruyne, (Manchester City)
1 - Rui Patrício (Sporting Clube de Portugal), 
1 - Hugo Lloris (Tottenham Hotspur),
1 - Pierre-Emerick Aubameyang (Borussia Dortmund),
1 - Dimitri Payet (West Ham),

Nesta lista estão apenas 4 guarda-redes. Manuel Neuer, Gianluigi Buffon, Hugo Lloris e Rui Patrício. O que é o mesmo que dizer que o nosso guardião está no Top-4 Mundial.

Um histórico do Sporting



Rui Patrício está apenas a 16 jogos de completar 400 partidas com a camisola do Sporting. Sem dúvida, o jogador mais importante da história do Sporting no séc. XXI. Um verdadeiro orgulho leonino e um dos melhores do Mundo.

Ruipatrícismo está mais vivo do que nunca! 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

domingo, 23 de outubro de 2016

Vamos à luta! De punho fechado e de dentes cerrados!


Começo pelo positivo da noite de ontem. A contratação de Nelson Évora e um momento muito importante da história do Sporting, que consegue contratar para a sua equipa de atletismo um campeão olímpico. Para se perceber a importância desta contratação, Portugal em toda a sua história tem 4 campeões olímpicos: Carlos Lopes, Rosa Mota, Fernanda Ribeiro e Nelson Évora. Um enorme orgulho e mais uma contratação importante para a reconquista do título nacional em masculinos.

O Sporting empatou ontem em Alvalade frente ao Tondela a uma bola. Um resultado negativo e que pode atrasar o Sporting para o primeiro lugar se o Benfica ganhar ao Belenenses.

O adversário


Em conversa com amigos antes do jogo, tinha avisado que o Tondela é uma equipa muito complicada de bater, especialmente pelos grandes. O Porto já tinha empatado em Tondela e o Benfica, apesar de ter saído com a vitória no jogo inicial do campeonato, sentiu muitas dificuldades para conseguir os 3 pontos, num jogo em que o Tondela falhou inúmeras oportunidades claras para marcar. Neste jogo, Petit preparou muito bem a sua equipa e tem todo o mérito ao ter "roubado" pontos ao Sporting.

A equipa


O Sporting foi ontem uma equipa sem rasgo, sem ideias e sem personalidade. A equipa viveu da irreverência de Gelson Martins, da vontade de Schelotto que deu tudo o que tinha para ajudar a equipa a subir no terreno, nem sempre com acerto; da entrega de Coates que até tentou explicar a Elias como se criam desequilíbrios no meio campo; e da raça de William Carvalho que, sozinho, teve que segurar o meio-campo do Sporting. 

Joel Campbell entrou bem na partida e acabou por marcar o golo que nos assegurou um ponto. No final do campeonato veremos se este ponto será importante. Mas o costa-riquenho não pode festejar o golo daquela forma. O Sporting tem de incutir nos jogadores as outro tipo de mentalidade. Tirar a camisola e festejar daquela forma, por muito importante que o golo tenha sido termos pessoais, nunca pode ser aceite pelo Sporting. Só tinha que ir buscar a bola o mais rápido possível e lutar pela vitória. 


O lateral esquerdo


Jefferson está uma sombra daquilo que foi com Leonardo Jardim. Na época passada, ainda começou bem com várias assistências para Slimani, mas a lesão fez com que perdesse o lugar para Marvin que em crescendo mostrou qualidade e fez uma recta final de campeonato bastante interessante. Para esta época, o holandês não consegue estar ao nível do que uma equipa como o Sporting necessita. Os assobios dos Sportinguistas ao jogador não ajudam o seu jogo e só prejudicam a equipa. Esta mentalidade de assobiar os jogadores tem de acabar definitivamente. Compreendo a insatisfação, mas por que não assobiar no final do jogo?

Bruno César já foi testado na posição com os resultados conhecidos em Vila do Conde. Contudo, Jorge Jesus tem outras opções. Desde logo, Ricardo Esgaio pode fazer a posição como fez durante os jogos olímpicos na equipa nacional. No limite, há outras soluções na equipa B com Pedro Empis à cabeça. Julgo que, nesta fase, o holandês não tem condições para continuar no 11 inicial.


O substituto de Adrien


Esta foi a pior exibição da equipa na era Jorge Jesus, no Estádio de Alvalade. A equipa nunca se encontrou e há aqui muito trabalho para ser desenvolvido pelo nosso treinador. Para mim este é o problema principal desta fase está nas dificuldades a meio campo. 

A lesão de Adrien Silva foi um enorme rombo na equipa. Não só pelo que joga, mas também pela raça e liderança que aporta à equipa (que falta fez frente ao Dortmund a raça do nosso capitão, especialmente na 1ª parte). O Sporting não tem um jogador que possa substituir o capitão mantendo a ideia de jogo da equipa. Ponto! 

No jogo frente ao Dortmund, Jorge Jesus tentou manter o esquema de jogo com um meio campo a dois, mudando um pouco a ideia de jogo. Como Elias não consegue ter a capacidade de encher o meio campo, pressionando alto a construção do adversário, a opção passou por baixar um pouco a linha defensiva, frente a um adversário com jogadores muito rápidos na frente. Para além disso, a inclusão de Markovic no apoio a Bas Dost visava dotar o Sporting com a capacidade de conseguir fazer saídas rápidas queimando linhas em progressão, dentro do que é a característica principal do jogador sérvio. À partida, estas opções tinham todo o sentido, só que o golo sofrido numa fase inicial da partida destruiu a estratégia para esse jogo. 

Durante a primeira parte e frente a uma equipa com vários jogadores de grande nível e que conhecem todos os momentos do jogo, o Sporting não conseguiu entrar no jogo. As trocas de bola em meio campo defensivo levaram os Sportinguistas ao desespero nas bancadas, que pediam pressão aos avançados do Sporting. Markovic e Bas Dost caíram no engodo e os alemães passaram sempre a primeira fase de pressão com facilidade, uma vez que o resto da equipa não acompanhou estes dois jogadores no momento de pressão. Nessa primeira parte, o Sporting foi muitas vezes uma equipa partida. Sem dúvida que a falta de Jesus, no banco, condicionou alterações que deveriam ter sido produzidas durante o primeiro tempo e não apenas ao intervalo. Na segunda parte, a equipa reorganizou-se com a entrada de Bruno César para o lugar de Elias e mostrou outra disponibilidade e capacidade para discutir o resultado. Apesar disso, também não me parece que Bruno César consiga ser uma solução definitiva enquanto Adrien está de fora.

Este foi o primeiro momento em que Elias teve que assumir o lugar e sem sucesso. Para o jogo com o Tondela, Elias e William seriam opções óbvias. Infelizmente, Elias voltou a não mostrar capacidade para ser o dono daquele lugar. E aqui não está em causa a valia do jogador, mas sim o que a posição exige. Após dois jogos de "teste" fica claro que Elias não consegue fazer o papel de Adrien.

Ora, se Elias não é solução é hora de testar Bruno César nesse lugar. Ou então recuperar um meio campo a três com William, Elias e Bruno César. Algo tem que ser feito e é hora de Jorge Jesus encontrar solução para este problema. 

Criticas ao treinador e jogadores


Absolutamente normais e compreensíveis. O Sporting tem que jogar muito mais do que fez ontem. Ponto!

Esclarecido esta questão de forma clara, existem algumas situações que merecem alguma reflexão.

1) Campbell, Markovic, Bas Dost, André, Castaignos, Elias e Douglas chegaram com a competição em andamento, pelo que não fizeram a pré-época com a equipa. Relembro que estes jogadores ainda não completaram 2 meses com a equipa e durante este período já existiram duas paragens para as selecções, o que dificulta ainda mais o trabalho. É preciso dar tempo a estes jogadores para se adaptarem à equipa.

2) O Sporting está nesta fase sem 3 dos pilares da época passada: Slimani, João Mário e Adrien. É natural que tudo isto condicione a equipa nesta fase.

3) Dois jogos por semana também não ajudam a consolidar os processos. Praticamente, a equipa só joga e faz recuperação física.

Apesar de tudo isto, volto a salientar que o Sporting tinha que ter jogado muito mais ontem. Muito, muito, muito, muito mais.

Responsabilidades


A responsabilidade deve ser assumida por todos. E quando digo "todos", incluo também os adeptos. Ontem também nós não fizemos a nossa parte, quando andamos a assobiar os nossos jogadores durante a partida. Na vitória é muito fácil estarmos com a equipa. É na hora da derrota que temos que mostrar o nosso amor ao clube e ajudar os nossos rapazes a superarem esta má fase. Acredito nos nossos dirigentes, nos nossos técnicos e nos nossos jogadores para darem a volta a esta má fase, mas acredito ainda mais nos nossos adeptos, que sempre souberam estar à altura dos acontecimentos.

Eu acredito nesta equipa!


Ainda estamos no início da época e temos muito jogos pela frente. Como o Sporting está numa fase negativa, os adversários também podem passar por uma fase semelhante. O ano passado, precisamente nesta fase, o Benfica estava a uns incríveis 7 pontos do Sporting que era líder isolado.



No final da época, os encarnados foram campeões.

Se fizermos uma comparação entre os resultados obtidos na época passada frente aos mesmos adversários que jogamos até agora, é possível verificar que estamos com um atraso de 3 pontos. O resultado que faz toda a diferença é a derrota em Vila do Conde onde na época passada vencemos. 3 pontos que podemos recuperar através de uma vitória no campo de uma equipa como o Feirense, uma vez que o União da Madeira - jogo que perdemos na época passada - desceu de divisão.

Relembro que na época passada fizemos a maior pontuação da história do Sporting. Isto só para dizer que tudo é possível e que não é hora de deitarmos a toalha ao chão.

Apelo a todos os Sportinguistas para estarem com a equipa neste momento difícil. É hora de fecharmos o punho e cerrarmos os dentes em defesa do Sporting.


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sábado, 22 de outubro de 2016

Justiça à Portuguesa - Absolvido depois de cumprir o castigo


Confesso que tinha boas expectativas relativamente ao mandato de José Manuel Meirim à frente do Conselho de Disciplina da FPF. O discurso adoptado desde o primeiro momento, fez-me acreditar que algo poderia mudar. Infelizmente, só mudaram os artistas porque o circo continua.

A notícia do dia


Hoje, o jornal Record avança com a informação que Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting foi absolvido pelo Conselho de Disciplina da FPF, depois desse mesmo órgão o ter castigado em 15 dias de suspensão e uma multa de 102€, após um post de Facebook sobre o futsal.


Destaco o último parágrafo com uma declaração absolutamente inacreditável do Presidente do Conselho de Disciplina. Diz o artista que não tem reservas em mudar decisões, depois de errar em primeira instância. Ora, isto é absolutamente inacreditável. O órgão ao qual preside tem uma decisão errada, castiga Nuno Saraiva a 15 dias de suspensão, impedindo-o de fazer o seu trabalho e no final do dia basta um "Ups!!! Já vamos corrigir isso!?" para ficar tudo resolvido. 

Suspende primeiro, pergunta depois


Na anterior presidência do Conselho de Disciplina, Bruno de Carvalho foi castigado por três ocasiões. Em duas dessas situações, o Presidente do Sporting foi ilibado após ter cumprido o castigo. 

O primeiro castigo aplicado pelo Conselho de Disciplina a Bruno de Carvalho aconteceu a 24 de Junho de 2014, após uma declaração no Facebook. Só que...


O Presidente leonino foi absolvido após cumprir 29 dias de suspensão dos 45 ditados.


A 22 de Fevereiro de 2015, Bruno de Carvalho foi sancionado com um mês de suspensão por alegada ofensa a membro da equipa técnica do Gil Vicente. Só que...


Um ano depois, o TAD deu razão ao Presidente leonino que cumpriu 1 mês de suspensão completamente injustificada, tendo inclusivamente falhado o clássico com o Porto.


O caso Slimani


Já é um clássico o argumento benfiquista sobre o castigo de Slimani. De facto, Slimani levou 1 jogo de suspensão. Curiosamente, nenhum jogador do Benfica foi castigado, e não foi por falta de motivo, como podem verificar em baixo. 


TODAS AS AGRESSÕES de jogadores do Benfica aos... por marcos-trindade

Conclusão: Os jogadores do Sporting agridem. Os do Benfica acariciam.

Uma justiça a duas velocidades


Para além de Nuno Saraiva, também Bruno de Carvalho e o médico Frederico Varandas foram castigados esta época. Em todos estes casos, o Conselho de Disciplina demorou apenas 7 dias para tomar a decisão. Quando envolve o Sporting, José Manuel Meirim parece Usain Bolt em acção nos 100 metros.

Já quando envolve o Benfica, muda de prova e passa para a Maratona. Os processos numa mais chegam ao fim...

Vamos a factos:

- Já passaram 61 dias desde que Vieira criticou a arbitragem e a nomeação do árbitro do Benfica vs Vitória Setúbal.
- Já passaram 42 dias desde que Rui Costa "trocou empurrões com membros da comissão de arbitragem e do Arouca"
- Já passaram 42 dias desde que Rui Costa teve um "episódio com o médico do Arouca"
- Já passaram 63 dias desde que Rui Costa se "desentendeu com a esposa e filho de Álvaro Magalhães" nas bancadas do Seixal.
- Já passaram 42 dias desde que Sílvio Cervan, vice-presidente do Benfica fez "gestos provocatórios em direcção aos adeptos do Arouca".
- Já passaram 37 dias desde que foi instaurado um processo a Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica pela participação no programa "Dia Seguinte".

São 6 processos, todos eles com mais de 1 mês. Provavelmente o Sr. Meirim e seus pares ainda não tiveram tempo para averiguar os factos ocorridos. É o que dá quando estão muito ocupados em castigar inocentes, como hoje ficou provado no caso de Nuno Saraiva.

Podem consultar tudo sobre estes casos envolvendo estes dirigentes do Benfica num post mais detalhado sobre cada um dos casos (cliquem aqui). Para além destes 6 casos há ainda dois casos relacionados com o Futsal: A "invasão de campo" de André Horta (cliquem) e os carinhos de Bruno Coelho (cliquem).

Enquanto para uns se conseguem atribuir sentenças em apenas 7 dias, há outros que têm sorte diferente. Ainda haverá alguém com dúvidas sobre o funcionamento a duas velocidades do Conselho de Disciplina?

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)