" Mister do Café: Setembro 2016

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

"Negócio de Garay foi limpinho como a neve" - Parte II


Os contornos sobre o "negócio Garay" estão cada vez mais claros. No início deste mês (dia 8), fiz um post detalhado sobre todo o negócio, como podem verificar no link seguinte (cliquem).

Hoje, o jornal espanhol Marca publica uma entrevista com o empresário Ricardo Schlieper que passo a transcrever de acordo com a tradução do jornal Record.

Principais destaques da entrevista


Ricardo Schlieper, antigo agente de Ezequiel Garay, falou ao jornal espanhol 'Marca' sobre o antigo defesa do Benfica e a sua saída da Luz para o Zenit, que levou o Real Madrid a levar a transferência ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), devido ao baixo valor da venda.

Schlieper declarou que tomou conhecimento de uma oferta de 20 milhões de euros por Garay que foi recusada pelos encarnados, mas o jogador acabou por sair por apenas 6 milhões de euros pouco tempo depois rumo à Rússia.  "No verão de 2014, durante o Mundial do Brasil, chegou uma oferta do Bayern de 20 milhões de euros que coloquei na mesa do Benfica. Para o jogador também era uma proposta economicamente muito interessante, superior à do Zenit", explicou o empresário.   

O ex-agente disse ainda que não acredita que o Benfica tenha sequer informado o jogador da oferta. "Penso que Garay nem chegou a saber da oferta do Bayern. Ficava surpreendido com o contrário. O seu valor de mercado era muito superior aos 6 milhões de euros pagos pelo Zenit. Foi surpreendente ter ido para lá", disse.  

Schlieper disse também que entende perfeitamente a decisão do Real Madrid ter denunciado a situação ao TAS. "O seu preço de mercado era muito superior. Para mim, e para muita gente do futebol, cheirou mal desde o início. Vimos algo estranho. Não há maneira de entender porque aceitaram essa oferta", afirmou.  O agente argentino revela ainda que houve mais colossos atrás do internacional alviceleste. "O Bayern não foi o único interessado. Outro grande como o Manchester United perguntou várias vezes por ele, apesar de no final não se concretizar qualquer oferta", relatou.  

No entanto, o empresário desmente que tenha prestado declarações ao TAS. "Foi publicado que prestei declarações ao TAS, mas nem sequer fui citado porque já não era o seu agente. No momento em que foi feita a transferência para o Zenit, já não estava com o Garay. Deixou-me quando estava no Benfica", atirou.

Recordar é viver


Aqui está a explicação de Vieira em Agosto de 2014, negando ofertas melhores para o jogador. Estes vídeos estão no primeiro post, que mais uma vez recomendo (link)


E agora a explicação na recente entrevista à TVI.


As particularidades do "negócio" Witsel


No Verão de 2012, dois anos antes de Garay rumar para o Zenit, os encarnados venderam Witsel ao clube de São Petersburgo por 40Milhões de Euros. 

De acordo com o site Footballeaks, o Benfica aceitou vender o médio belga por 40 milhões de euros, que foram pagos pelo clube de São Petersburgo em duas tranches. A primeira, no valor de 20 milhões de euros, foi saldada a 7 de Setembro de 2012, ao passo que a segunda, no mesmo valor, acabou por ser paga no primeiro dia do ano civil de 2013.  Ou seja, em cerca de 4 meses o clube russo pagou os 40 Milhões ao Benfica. Isto quer dizer que o Zenit não accionou a cláusula de rescisão, uma vez que esta só é accionada mediante pagamento imediato do valor da cláusula.

Como tal não aconteceu, houve margem para incluir no negócio algumas cláusulas adicionais. No contrato assinado entre os dois clubes, ficou ainda fixada a possibilidade de o Benfica vir a embolsar mais milhões no caso do emblema russo vir a transaccionar aquele activo no futuro e por mais de 50 milhões de euros. Se o Zenit vendesse Witsel por um valor a oscilar entre os 50 e os 60 milhões de euros, o Benfica teria direito a 10 por cento da mais-valia. Se o internacional belga saísse da Rússia por mais de 60 milhões, o clube da Luz garantiria um milhão de euros além de 50% da mais-valia.  

Mas ainda há mais:

 

De acordo com o football leaks, o Zenit ficou também com o direito de preferência de Gaitan (20M) e de Nélson Oliveira (30M). 

Nas "vésperas" do "negócio" Garay


A 15 de abril de 2014, segundo desvenda o "Football Leaks", portugueses e russos acordaram que as tais cláusulas relativas a uma venda futura de Witsel deixariam de ter efeito e, em contrapartida, o Zenit pagaria 3 milhões de euros à SAD encarnada, ficando assim com a possibilidade de encaixar, na totalidade, a verba de uma futura venda de Witsel.



Santa Casa de Zenit


De acordo com as cláusulas do acordo, o Benfica teria direito a uma mais-valia de 10% caso o jogador fosse vendido entre os 50M e os 60M. Vamos a contas: 
(60M-40M)*10%=  2 Milhões
Isto equivale a dizer que em caso de venda do jogador por 60M o Benfica receberia 2Milhões de Euros. Agora eu pergunto ao leitor: Acredita que Witsel poderia ser vendido por 60M? A resposta parece-me óbvia. Óbvio que não. Ainda para mais por um médio centro.

Querem provas? 

Em Abril de 2014, apenas 8 jogadores tinham sido transferidos por valores acima dos 60M. Os jogadores eram (Bale, Ronaldo, Neymar, Zidane, Ibrahimovic, Kaka, Cavani e Figo). Comparar estes craques com Witsel só pode ser brincadeira, certo?

O Benfica receberia 2Milhões caso o jogador fosse vendido por 60M, que como já vimos era completamente impensável. Então porque raio o Zenit ainda sobe mais a parada chegando aos 3Milhões?

E se fosse um adiantamento!?


É que meses antes de o clube russo já tinha demonstrado interesse no jogador...


Pensando melhor, a teoria do empresário Ricardo Schlieper começa a fazer sentido. 

"No verão de 2014, durante o Mundial do Brasil, chegou uma oferta do Bayern de 20 milhões de euros que coloquei na mesa do Benfica. Para o jogador também era uma proposta economicamente muito interessante, superior à do Zenit", explicou o empresário.   

O ex-agente disse ainda que não acredita que o Benfica tenha sequer informado o jogador da oferta. "Penso que Garay nem chegou a saber da oferta do Bayern. Ficava surpreendido com o contrário. O seu valor de mercado era muito superior aos 6 milhões de euros pagos pelo Zenit. Foi surpreendente ter ido para lá", disse

Teorema da Equalização dos preços


De acordo com o Transfermarkt, Garay foi vendido ao Valência por 24 M e Witsel ia ser vendido por 25M, numa transferência que só não aconteceu porque o treinador do Zenit ficaria sem soluções para o meio campo.

"Tinha feito os exames médicos e sentia-me como um 'bianconero'. Estou triste com a decisão do Zenit, mandar fora 25 milhões pode causar dano", começou por dizer o ex-Benfica, ele que foi bem tratado em Turim.

Ora, o Zenit gastou 43M no Witsel e 6M no Garay perfazendo a soma de 49M. Vendeu Garay por 24M e ia vender Witsel por 25M. E não é que a chapa 49M bate certo. A única coisa que aqui se altera é a avaliação dos jogadores. Os 15M que Witsel desvalorizou no Zenit, são os mesmos 15M que Garay se valorizou no clube russo...

Há coisas incríveis não há?

Hala Madrid!!!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

A convocatória de Portugal e os videntes



Fernando Santos divulgou hoje os convocados da Selecção nacional para os próximos compromissos com Andorra e Ilhas Faroé. A estreia de Gelson é um motivo de orgulho e um acto de inteira justiça por tudo o que tem feito neste início de época. Será a primeira de muitas.

Parece-me que esta é uma convocatória equilibrada e justa em todas as posições, exceptuando no centro da defesa. Deixar de fora Rúben Semedo é uma decisão má demais para ser verdade. Primeiro, porque está a fazer uma época excepcional no Sporting e depois porque pura e simplesmente é muito mais jogador do que Bruno Alves e Neto. 

Bruno Alves está quase nos 35 anos e continua a ser chamado, apesar de jogar no Cagliari, 14º classificado do campeonato italiano. Seria lógico que o antigo capitão do Porto deixasse de ser convocado neste apuramento para o Mundial, dando a vez a um jogador mais jovem e com futuro na equipa nacional, como é Rúben Semedo. No Mundial de 2018, Bruno Alves terá 37 anos, Pepe terá 35 anos e José Fonte terá 34 anos. O próprio Neto já estará com 30 anos. É para esse objectivo que a selecção nacional está neste momento a trabalhar. Este é o sector mais envelhecido da nossa selecção e a renovação é urgente.

Bailando


Parece que Fernando Santos não está para ai virado e continua a bailar.



Os videntes


No programa "Dia Seguinte" desta semana, Rui Gomes da Silva, "o inimputável" (cliquem), decidiu armar-se em Maya antevendo as decisões de Jorge Jesus.


Algo que vem na mesma linha daquilo que Fernando Guerra já tinha profetizado depois da primeira convocatória de Fernando Santos nesta época, onde o nome de Rúben Semedo já era apontado como claro seleccionável.


E assim se criam mitos. Estes grandes representantes do Benfica na televisão nacional deveriam estar mais preocupados com o FACTO de o Benfica não ter um único jogador na selecção nacional. Mesmo sem Rúben Semedo, o Sporting tem 4 jogadores na equipa nacional.

Destaque ainda para a Academia do Sporting que consegue ter 11 jogadores na equipa A e 8 jogadores nos Sub-21. É obra!

PS: Fico a aguardar as capas da amanhã para ver a Academia do Sporting em grande destaque....

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

O dia em que Abola TV tentou enganar Jorge Jesus


Como é do conhecimento geral, Jorge Jesus não esteve no banco do Sporting no encontro da passada terça-feira frente ao Légia, por ter sido expulso em Madrid. Vejamos agora, a forma como o jornaleiro de Abola TV tenta enganar o técnico leonino.

"A titulo de curiosidade"



Miguel Custódio, jornalista da AbolaTV lançou a casca de banana para Jorge Jesus se espalhar. Começa logo bem com um genial "a título de curiosidade", para suavizar a entrada. Reparem na forma como lança 3 questões para confundir Jorge Jesus, deixando a questão fundamental entalada entre duas questões complementares.

"Esteve em comunicação com Raúl José para afinar a tal estratégia da equipa ou aquilo que dizia antes que acontece durante o jogo?" 

Como todos sabem, a UEFA proíbe a comunicação entre o treinador castigado e o banco de suplentes. Neste sentido, esta pergunta é a mesma coisa que perguntar a alguém se cometeu uma ilegalidade. Paulo Cintrão apercebeu-se logo do que ai vinha e tentou colocar o jornaleiro em sentido. O mesmo aconteceu com Jorge Jesus que já leva muitos anos de futebol. A expressão facial e as declarações iniciais de Jorge Jesus são um momento imperdível. Mesmo assim, Jorge Jesus ainda deu nova oportunidade ao jornaleiro de refazer a pergunta: "Como é que é a pergunta do Raúl José?"

"Se esteve em comunicação com ele?"

Jorge Jesus esteve absolutamente brilhante nesta situação, mas tenho que recordar que já foi enganado na época passada, quando Gonçalo Ventura da RTP mentiu descaradamente a Jorge Jesus, levando-o a proferir a já célebre frase "Não o considero treinador". Podem saber tudo sobre este caso clicando (aqui).

"A título de curiosidade", estive a ver a conferência de imprensa de Rui Vitória após o jogo frente ao Besiktas, onde o técnico também assistiu de fora à partida. Neste caso, ninguém se lembrou de fazer estas questões. É só coincidência...

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Jornal Record lança campanha Anti-Markovic


O Sporting venceu ontem de forma confortável o Légia em jogo para a 2ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Um jogo tranquilo e bem conseguido pela equipa e sem margem para polémicas ou casos. Só que o jornal "Record" tem outra opinião. Vejamos:

A vaia monumental a Markovic



Apresento aqui o print total da notícia para que não restem dúvidas. Numa notícia não assinada como é habitual nesta alturas, o jornaleiro(a) diz: "Markovic rendeu Bruno César e mereceu nota de destaque pela tremenda vaia que os sportinguistas lhe dedicaram ao minuto 82. Markovic acabou por perder a bola, numa ação que teve o condão de irritar a maioria dos adeptos presentes, que não lhe perdoaram o egoísmo"

"A mentira tem perna curta"


Estou farto de usar este provérbio para demonstrar aos jornaleiros que não vale a pena tentarem enganar as pessoas, mas ele continuam. Vejamos agora o lance, para que fique claro o que aconteceu.


Toda a gente parece ter percebido que Markovic foi travado em falta e que os adeptos protestavam a decisão do árbitro. Todos, menos o jornaleiro(a) do Record.

Ó mister, mas na notícia diz que foi ao minuto 82


Mais uma razão que demonstra bem a vontade de lançar lama para cima do jogador. Aqui fica o vídeo do jogo, desde os 81:00 aos 84:39, para que não restem dúvidas de que era este o lance a que o jornaleiro(a) se referia. Vou apenas meter o link para quem não confiar na minha palavra. Basta clicarem (aqui) e podem ver esta fase do jogo.

A reacção dos Sportinguistas na própria notícia




Aqui ficam apenas alguns comentários de Sportinguistas nesta "notícia".

A resposta do jornal Record


Percebendo que a dose de carvão não estava a funcionar, o jornal Record decidiu retirar a notícia do seu site. O link da notícia era:

http://www.record.xl.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/vaia-monumental-a-markovic.html

Se o leitor clicar neste endereço, visualizará o seguinte:


Há algo que não conseguem apagar


Infelizmente para os jornaleiros, ainda não é possível apagar o que está escrito na versão em papel deste "jornal". Por isso aqui fica a pérola para a posteridade.


Vou deixar as considerações finais para os leitores. Deixo apenas umas questões:

- Por que será que a notícia não foi assinada, quer no jornal em papel quer na versão online?
- Por que será que o jornaleiro(a) que escreveu este lixo se enganou no minuto do jogo?
- Por que será que a direcção do jornal aprovou esta notícia?
- Por que será que a notícia foi retirada do site?
- Por que será que o Record se lança numa campanha anti-Markovic?

Parece que há por ai muita gente que não gosta de ver o jogador com a camisola do Sporting, algo que é absolutamente normal. Eu não vejo os Sportinguistas preocupados com o facto de Carillo ter trocado o Sporting pelo Benfica. Por falar em Carrillo, o Markovic chegou muito tarde ao Sporting - nem um mês tem no clube - mas já leva mais minutos de jogo que o Carrillo no Benfica, quando este treina há 3 meses no Benfica. Apenas e só mais uma curiosidade...

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

O "método" de Jorge Mendes



O jornal britânico The Guardian, publicou ontem uma entrevista com Nuno Espírito Santo, onde este decidiu fazer algumas revelações muito interessantes sobre o "método" de trabalho de Jorge Mendes.

Aqui fica o link do artigo original (cliquem), mas de seguida faço a tradução da parte mais sumarenta.  

Tradução



Nuno Espírito Santo estava num estado terrível, bêbado. Isso, pelo menos, foi o que o presidente pensou, e exactamente o que Nuno queria que ele pensasse. O jovem guarda-redes do Vitória de Guimarães, a que havia sido prometido que, se alguém chegasse com uma oferta de 1M de dólares podia sair, e um dia o clube espanhol Deportivo La Coruña fez exactamente isso - apenas para António Pimenta Machado declinar a proposta. "Eu pensei: 'Está feito, perfeito", diz Nuno. "Mas eu fui falar com o Presidente e ele disse: 'Agora são cinco milhões." Eu pensei:'. Isso não faz sentido "" negada a chance de sair, ele considerou desistir. Foi quando se lembraram de elaborar um plano.

O agente de Nuno (Jorge Mendes) desarrumou o  seu apartamento e disse a Pimenta Machado que o jogador estava a ir por um mau caminho. "Foi um teatro," recorda Nuno, fazendo caretas enquanto se recorda do reportório que teve que utilizar naquele dia, há 20 anos, caindo para trás da sua cadeira, resmungando e sem grandes respostas. "Então, o tipo veio me visitar, o presidente do Vitória, e o meu comportamento foi ... Eu estava agindo como se tivesse a chegar da rua. E ele disse: 'ele está bêbado? "Quando ele saiu, o presidente disse:". Leve-o amanhã' "Nuno faz uma pausa, em seguida, acrescenta:" '! Leve-o amanhã ... e não deixe que o Deportivo faça testes de alcoolemia e drogas, com ele".


O plano funcionou; o nome do agente era Jorge Mendes. "O Jorge sabia exactamente a hora a que  Lendoiro, o presidente Depor, deixava o clube todas as noites", diz Nuno. "Ele saia do escritório, descia as escadas e caminhava até um restaurante a 100 metros de distância. E Jorge estava lá, caminhando lado a lado. Ele levava duas horas e meia de Portugal até à Corunha apenas por aqueles 100 metros - mas ele sabia que essas 100 metros eram dourados. Depois, voltava a conduzir duas horas e meia de volta para me contar as novidades. "Mendes acabou por conseguir a oferta de 1Milhão de dólares; o que ele não esperava era ter de convencer o presidente do Vitória duas vezes.  

No final, Nuno mudou-se para Espanha. Foi este o primeiro negócio de Jorge Mendes fez. Nuno conheceu Jorge Mendes quando este tinha uma loja de vídeo e uma discoteca; agora ele é o agente de futebol mais poderoso do mundo. "Ele merece isso", diz Nuno. "As pessoas não podem imaginar as horas esse ele trabalha. [Sua reputação] é injusta; "eles não o conhecem".

A carreira de Nuno


Durante a carreira como futebolista, Nuno Espírito Santo teve sempre em Jorge Mendes um grande aliado. No Deportivo jogou uns incríveis dois jogos em dois anos. Depois esteve emprestado duas épocas ao Mérida onde pouco jogou. Passou depois por empréstimo pelo Osasuna onde conseguiu finalmente fazer uma época a titular. Regressou na época seguinte ao Deportivo onde fez apenas 6 jogos.

Era tempo de regressar a Portugal com o Porto como destino onde esteve duas épocas e meia. Mais tarde aproveitou a boleia e lá conseguiu um contrato milionário no Dínamo de Moscovo, assim como Seitaridis, Maniche, Costinha e Derlei. Todos "pupilos" de Mendes. De "bolsos cheios", após a rescisão de contrato com o Dínamo, Nuno regressou a Portugal em Janeiro de 2007, assinando pelo Desportivo das Aves para poder jogar com regularidade até ao final da época.

Curiosamente, o Aves foi o último adversário do Porto na Liga. Os dragões precisavam de uma vitória para se sagrarem campeões nacionais. Ao intervalo, o jogo estava empatado a uma bola com Nuno a ser mal batido no golo do Porto. Na segunda parte, Nuno teve a infelicidade de ficar mal na fotografia do 2º e 3º golo do Porto. Uma exibição para "esquecer" na vitória por 4-1 dos dragões. Contudo, houve quem achasse que o guardião tinha feito uma exibição de mão cheia no Dragão. Terá sido por isso que Pinto da Costa tenha contratado o guardião para a época seguinte. Podem ver o vídeo dos golos (aqui). Nuno completou mais quatro épocas do Dragão antes de arrumar as luvas.

Como treinador, começou com a pasta dos guarda-redes no Málaga, seguindo-se o Panathinaikos, até ao dia em que Jorge Mendes achou que Nuno tinha capacidade para ser técnico principal e o colocou no Rio Ave. Depois rumou para Valência e finalmente, novo regresso ao Porto. Sempre com a bênção de Jorge Mendes. Quem não achou piada nenhuma foi Antero Henrique...

Addio, adieu, aufwiedersehen, goodbye


É possível verificar a azia de Antero na apresentação de Nuno Espírito Santo no Estádio do Dragão.


Um grande, grande amor


Para quem não sabe, este é o título da canção de José Cid cujo refrão começa com o clássico "Addio, adieu, aufwiedersehen, goodbye". Nada mais apropriado. Ora vejam lá se isto não é amor...



A Verdade prescreve?



Ahh, já percebi. Como a entrevista tem 6 meses e ainda por cima foi "há vinte e tal anos" são verdades que já prescreveram.

Neste post, ficou expresso um pouco do "Modus operandi" de Jorge Mendes e da sua entourage descrito pela boca de um dos intervenientes. Nada de novo, como vimos nas escutas do apito dourado, mas que é sempre relevante recordar.


Sobre Jorge Mendes, teremos mais novidades durante o próximo mês de Outubro, quando o Jornalista italiano Pippo Russo publicar o seu novo livro "A orgia do poder". Só o título promete...
Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

terça-feira, 27 de setembro de 2016

The Blues Brothers


Depois do vídeo onde José Manuel Freitas tenta a todo o custo justificar as notícias da vinda de Guardiola a Lisboa, aqui fica mais um conjunto de malabarismos na CMTV. Tudo no mesmo programa.



Quem ouvir este discurso, pensa que estamos a falar num Roberto Carlos. De facto, Grimaldo tem estado bem neste início de época, mas dai a valer "40M ou 45M" vai uma distancia muito grande. Basta para isto relembrar que NUNCA um lateral foi vendido por tanto dinheiro. Para que se tenha uma noção, o lateral mais caro da história do futebol é Dani Alves que foi comprado pelo Barcelona por 35,5M. Todo este circo em torno de um jogador que na sua carreira tem 13 jogos como "profissional", se retirarmos os jogos feitos na 3ª Divisão espanhola pela equipa B do Barcelona.

E esta a formula encontrada pelo Benfica para valorizar os seus jogadores. Mais uma vez, fica provada a importância das acções de marketing junto dos jornalistas, que se "vendem" por tudo e um par de botas, literalmente. 

Independentemente da valia do jogador, as notícias da visita de Guardiola à Luz são muito importantes para que os adeptos de toda a Europa fiquem a conhecer o jogador. Já toda a gente percebeu que Guardiola não esteve na Luz, mas o que se pretendia com a notícia está feito. Propaganda ao Benfica e aos seus jogadores. Como diria alguém "Bem ou mal, o importante é que falem de mim".

Façamos agora uma comparação com Gelson Martins. O jovem jogador do Sporting teve que fazer 50 jogos pela equipa principal para ter direito a capas de jornal. E tudo isto após a exibição estrondosa em Madrid.

Enquanto uns se valorizam nos jornais outros fazem-no no campo. É esta a diferença!
Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Record de Mentiras


O dossier "Guardiola em Lisboa" parece não ter fim. Na passada sexta-feira, desmontei aqui toda a história com recurso à imprensa britânica (link do post). Depois disso, já coloquei o malabarismo do "jornalista" José Manuel Freitas a tentar justificar o injustificável, no dia em que Paulo Futre voltou a brilhar (link do post). Para hoje, tenho a primeira reacção oficial a esta mentira. 

Ladies and getlemen, Nuno Farinha (Dir. Adjunto do Record)



(vídeo do Blog "Com que joga o Sporting?)

Primeiro que tudo, destacar Carlos Severino por ter apertado Nuno Farinha. Se não fosse ele, não tínhamos acesso a esta pérola. É confrangedor ver a reacção inicial de Nuno Farinha, que deve ter pensado "Agora é que me fod&$%£", basta vermos as hesitações do artista. 

"Fonte mais do que segura" repetida por 3 vezes. "Mais do que uma fonte". "Para levarmos isto ao limite (...) nem só fontes desportivas confirmaram a vinda Guardiola a Portugal, também fontes ligadas a uma empresa de aluguer de jactos privados". 

Esta desresponsabilização sem um pedido de desculpas aos leitores, é vergonhosa e nojenta. Nuno Farinha justificou-se com tudo e mais alguma coisa. Conferiu todas as fontes, fontanários e poças de água e todas apontavam para a vinda do Guardiola a Lisboa. Faltou apenas e só ligar para o Manchester City e perguntar: "Olhem lá, o Guardiola esteve em Lisboa a ver o Benfica vs Braga?" 

A resposta seria cabal, mas isso seria o que um jornalista faria. Por isso, não podemos exigir muito mais da nova estirpe de jornaleiros nacional.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

domingo, 25 de setembro de 2016

Rui Gomes da Silva - O inimputável


Muito se tem falado sobre o nível de ruído, insinuações e mentiras, propagadas por pessoas ligadas directamente aos clubes nas televisões nacionais. Rui Gomes da Silva é o precursor do estado de guerrilha televisiva a que assistimos nos últimos anos. Até à chegada deste senhor, o clima era de confronto mas em níveis saudáveis. Quem não se lembra de Dias Ferreira, Fernando Seara e Pôncio Monteiro no Jogo Falado da RTP. Todos defendiam os seus clubes mas sempre com elevação, nunca entrando na calúnia e na mentira como base do discurso. 

Terá sido por isso que Fernando Seara foi perdendo espaço nos programas das "grandes televisões". Numa primeira fase, foi convidado a sair do "Dia Seguinte" para a entrada de Rui Gomes da Silva. Passou depois para a TVI, até que foi novamente "escorraçado" para que se abrisse uma vaga para Pedro Guerra. No Trio de Ataque da RTP aconteceu algo semelhante, com o "despedimento" de Júlio Machado Vaz, para a entrada de mais um elemento da máquina de propaganda benfiquista, que enquanto jornalista até festejava golos em directo na estação pública.

E foi assim que o Benfica conseguiu colocar 3 veículos da sua propaganda nos 3 principais programas da especialidade. Curiosamente, no caso dos comentadores do Sporting e do Porto não existe este tipo de ligação. Basta dizer que Rui Oliveira e Costa e Rogério Alves são desde sempre, "inimigos" de Bruno de Carvalho. No caso do Porto, são vários os episódios em que o próprio presidente do clube se referiu a Manuel Serrão ou Miguel Guedes de forma bastante negativa.

Feita uma análise global, quero centrar-me em Rui Gomes da Silva, o precursor deste tipo de "comentário". Vou deixar algumas declarações gravíssimas desta artista e que não mereceram qualquer acção das entidades nacionais.

Ao cuidado do Min. da Administração Interna e das Forças de Segurança Pública



Ao cuidado do Min. da Justiça, Ordem Advogados e do Conselho Superior de Magistratura



Ao cuidado da Liga, Federação Portuguesa de Futebol e ministério público



Ao cuidado da Liga, FPF, APAF e Conselho de Arbitragem



Aqui fica a prova sobre quem foi o autor do rasgão dos calções de Júlio César:


Fica para reflexão dos leitores.


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sábado, 24 de setembro de 2016

Sócio, estou concentradíssimo - Paulo Futre dá baile a um "jornalista"


Na passada quarta-feira, TODA a imprensa desportiva nacional, avançou que Guardiola tinha estado no estádio da Luz a acompanhar o jogo entre o Benfica e o Braga. Apenas e só mais uma mentira, que entretanto já foi desmontada, como podem ler (clicando aqui).

No final desse dia, este assunto tinha obviamente que ser tema de conversa na CMTV. Em estúdio, José Manuel Freitas e Paulo Futre eram os "comentadeiros" de serviço.

Paulo Futre, uma das maiores "personagens" do futebol nacional, conhecido pelos "charters" e pelos anúncios a estimulantes sexuais, teve uma prestação absolutamente irrepreensível, envergonhando um jornalista com largos anos de carreira. Vejamos agora o resumo histórico, do dia em que Paulo Futre deu um baile a José Manuel Freitas.

Sócio, estou concentradíssimo



 
Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Guardiola em Lisboa para ver Grimaldo? MENTIRA!!!


Após o jogo entre o Benfica e o Braga na passada segunda-feira, os principais órgãos de comunicação social nacionais vieram a terreiro dar a informação que Guardiola tinha estado no Estádio da Luz para ver Grimaldo em acção. 

A mentira tem perna curta



Aqui fica a tradução do artigo do site SportWitness:

"Na passada quinta-feira passamos a informação de vários orgãos de comunicação social portuguesa que afirmavam que  Guardiola estaria em Lisboa para ver o jogo entre o Benfica e o Braga. O Benfica jogou com o Braga na segunda-feira à noite, e Grimaldo jogou bem, mas o Manchester City não estavam na lista oficial de clubes presentes. No entanto, alguns dias depois, a história foi vazado para a imprensa Português em uníssono, dizendo que Pep viajou com o seu irmão Pere para assistir ao jogo.  

"Agora que percebemos que todos os jornais portugueses têm basicamente a mesma informação, fica claro que a informação foi passado para todos ao mesmo tempo.  A grande questão sobre esta viagem é que Pep Guardiola não é exatamente um rosto desconhecido na Europa, por isso seria bastante impressionante ele voar de Manchester para Lisboa, entrar e assistiu a uma partida num estádio de futebol lotado, e, em seguida, fezer a viagem de regresso... tudo sem que ninguém o reconhece-se. Bem, há uma razão muito boa para Guardiola não ter sido descoberto, uma vez que confirmarmos que ele não esteve lá.  

No entanto, a história não surgiu do nada. Alguém fez um grande esforço para empurrar esta história aos meios de comunicação portugueses, usando o nome do Manchester City para melhorar o perfil do jogador.  Desde então, A Bola também lançou o interesse do Manchester United e outros clubes de topo se seguirão, tudo muito impressionante para um jogador que está a dar os primeiros passos."

Este artigo do site Sportwitness(link artigo original)  é esclarecedor, mas junto mais alguns para completar a informação.

MENTIRA!!!

Mais um print do jornal Independent.


Até em Espanha já perceberam o esquema.




Fica também o tweet do jornalista Martin Blackburn do jornal The Sun onde confirma que Guardiona NÃO esteve em Lisboa.

José Marinho "O sabichão"

 

José Marinho, "jornalista" da Sporrtv e benfiquista assumido, foi o primeiro homem a avançar a informação que estaria escarrapachada nas capas dos jornais do dia seguinte.




E assim se faz propaganda em Portugal! Nada mais tenho a acrescentar a não ser a minha perplexidade perante tudo isto.

Ficam aqui desmascarados! 

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

Se calhar vivo o Benfica em demasia - Parte III


Já aqui apresentei as peripécias de Luís Miroto Simões, o jornalista do Record que "se calhar vive o Benfica em demasia". Para quem não conhece o "artista", pode consultar os links seguintes:

"Se calhar vivo o Benfica em demasia..." - Parte I
"Se calhar vivo o Benfica em demasia..." - Parte II

O menino é mesmo"miroto"  




Como podem verificar, foi o nosso "amigo" Miroto a escrever a notícia sobre o encontro entre o Nice e o Mónaco. Nice que "arrasou" a equipa de João Moutinho e Leonardo Jardim. Curiosamente, o Nice não conseguiu "arrasar" Bernardo Silva, mesmo quando ele fez os noventa minutos.

Compreendo que para quem "vive o Benfica em demasia", seja complicado acrescentar à notícia que no Nice joga um tal de Ricardo Pereira, jogador do Porto e que está a fazer um início de época fantástico, tendo inclusivamente feito uma assistência neste jogo. Agora, para quem "se calhar vive o Benfica em demasia", será possível esquecer que Bernardo Silva joga no Mónaco?

Veremos se este "esquecimento" tem sido comum no passado.

O Record e a Propaganda


O jogo entre o Nice e o Mónaco foi realizado no dia 21 de Setembro. Vejamos agora as notícias de antevisão feitas pelo Record.


Gosto particularmente da forma como começa esta notícia: "Craque que é craque mostra as garras nos dérbis."

No dia anterior, o Record contactou Ricardo Pereira para fazer a antevisão do jogo. Agora vejam lá qual foi o título escolhido...


Engraçado não é?

Singularidades


Dos 6 jogos do Mónaco na Liga, o Record só não noticiou o encontro frente ao Rennes, um vez que fizeram o acompanhamento ao vivo no site. Em todos os outros jogos, Bernardo Silva foi sempre referido.


Até mesmo quando não jogou...


Quando ficou de fora, Luís Miroto Simões apressou-se e encontrar uma justificação para o sucedido. Quando joga os 90 minutos e é goleado já não interessa para nada. 

Caso para dizer: "Craque que é craque mostra as garras nos derbies"

Para acabar deixo o comentário mais votado na notícia da goleada:


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Os "duzentos e tal mil" sócios da treta


Aqui ficam imagens dos cartões de sócio mais recentes de Benfica e Sporting. Estas imagens são dos últimos dias, pelo que a contagem de associados dos dois clubes é fidedigna. Arredondando, o Benfica tem cerca de 180 mil sócios e o Sporting tem cerca de 150 mil. O crescimento do Sporting tem sido absolutamente fantástico. Relembro que quando Bruno de Carvalho chegou ao Sporting, o clube não chegava aos 100 mil associados. Neste momento e após a recontagem de 2015, já estamos com 150mil e crescemos a um ritmo superior ao do Benfica.

Quanto ao Benfica, apesar de terem mais sócios do que o Sporting, estão muito longe dos "duzentos e tal mil" que os seus dirigentes gostam de propagandear como verdades absolutas.

A propaganda mentirosa 


José Eduardo Moniz, vice-presidente do Benfica concedeu esta semana uma entrevista à BTV. A certa altura na entrevista, foi-lhe pedido para apontar diferenças entre as empresas onde trabalhou e o Benfica. Eis a resposta:


Mais uma vez a treta dos "duzentos e tal mil". Das duas, uma. Ou José Eduardo Moniz não sabe quantos sócios tem o Benfica, ou então é apenas e só mais um mentiroso. Bem, agora que penso nisso, até pode ser um mix entre as duas opções. Fica ao vosso critério.

Mas ó mister, o Benfica não tinha "duzentos e tal mil"?


No papel tinha. Na realidade nunca andou perto disso, como ficou claro com a recontagem de 2015. Passo a explicar: Os clubes procedem a renumerações de 5 em 5 anos. Isto é o normal. No Benfica, como nada funciona dentro dos parâmetros normais, só fazem a renumeração de 10 em 10 anos. Mais uma jogada de Luís Filipe Vieira para justificar a questão dos "300 mil sócios ou vou-me embora".


Mesmo assim, o Benfica nunca conseguiu chegar aos 300 mil sócios. E não é que Vieira continua ao leme? Quanto não vale ter um Presidente de "palavra".


Quem sabe se não será melhor alterar de novo os estatutos e colocar as renumerações apenas de 20 em 20 anos? Pode ser esta a solução. Aproveitam o "embalamento" e voltam a alterar os estatutos relativos aos candidatos presidenciais. Algo do género: "Só podem concorrer à Presidência sócios com 600 Milhões de dívidas ao BES e que tenham sido sócios de Sporting e Porto". Que acham? Se calhar os critérios são fáceis de atingir. Pronto, para além disto também são obrigados a ter bigode!


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Os passarinhos dos pasquins


Para quem não está familiarizado com a série "Guerra dos Tronos", a personagem da imagem anterior - Lord Varys - é um dos conselheiros do rei. A sua principal característica passa por saber tudo sobre o que acontece no reino. O "mestre dos sussurros" como é conhecido na série, utiliza os seus "little birds" - crianças abandonadas na rua - como principal fonte de informação para os seus jogos políticos.

Na pasquinada nacional também existem muitos artistas que tentam imitar Lord Varys. O método é semelhante, só que aqui, os "little birds" não são utilizados em sentido figurado, mas sim em sentido literal, uma vez que utilizam as aves azuis que dão a imagem à rede social Twitter. 

Senão vejamos:

Palop Vs Bruno de Carvalho


 
Andrés Palop, antigo jogador do Valência e Sevilla publicou este tweet após o jogo entre o Sporting e o Real Madrid. Traduzindo para português, a frase será algo deste género: "És o presidente, o dono, o fanático. Conseguiste o que querias: protagonismo! Deixem trabalhar os profissionais."

Os jornaleiros nacionais, que provavelmente passam mais tempo nas redes sociais do que a fazerem o seu trabalho, viram neste tweet uma enorme fonte de carvão. Avançaram de imediato com notícias sobre este tweet sem se preocuparem em verificar os factos. (Factos!? Oh pá, isso dá muito trabalho...)


Record, MaisFutebol e DN foram os únicos jornais nacionais a darem destaque a esta notícia. Saliento que Abola e Ojogo ficaram de fora deste "jogo". 

Como os jornaleiros estão muito ocupados na caça ao tweet, lá tenho eu que andar a desmontar a propaganda. Primeiro que tudo, dizer que o Record enganou os seus leitores.


Na realidade, Andrés Palop é comentador do programa Directo Go na televisão espanhola, logo, o Record enganou os seus leitores, dizendo que "dá os primeiros passos enquanto treinador, orientando o Alcoyano". Na temporada passada foi treinador do Alcoyano e ao longo de toda a temporada foram vários os problemas com o Presidente do clube de Valência, Juan Serrano. Palop que acabou por anunciar a saída do clube a 9 de Maio deste ano. (Esta notícia não deve ter passado no feed dos jornaleiros...)

Mas vamos ao que interessa. Palop colocou esta mensagem dirigida ao seu antigo Presidente. Depois da exibição brutal do Sporting em Madrid, Palop decidiu elogiar Bruno de Carvalho e os seus pares acabando o seu texto com um "Deixem trabalhar os profissionais", colocando de seguida a foto de Bruno de Carvalho, Octávio Machado e Frederico Varandas. Nem faria outro sentido, depois da fantástica exibição do Sporting. Só mesmo na cabeça dos jornaleiros nacionais é que estes casos têm lógica. Bem, o problema tanto pode estar na cabeça como nos pés...

Não devia ser preciso, mas de qualquer forma deixo a tradução de uma notícia de Abril, onde o mau estar entre Palop e o Presidente do Alcoyano ficou evidente. 

"As relações entre Juan Serrano (Presidente do Alcoyano) e Andrés Palop (treinador) são praticamente inexistentes e mal se falam. Longe vão os dias de vinho e rosas em que o Presidente azul e branco pensava que este treinador mediático seria o ideal para liderar uma nova etapa de existo em L´Álcúdia. Os maus resultados, bastante abaixo das expectativas iniciais, e vários desacordos entre ambos foram esfriando a relação que agora está gélida. Um distanciamento que se evidenciou nas últimas semanas ao ponto de ambos se evitarem.

O seu elevado vencimento e os dos seus 5 ajudantes, travaram o despedimento. Desde que o presidente voltou de Palma de Maiorca, a convicção é total e passa pelo facto de o único caminho ser o de o técnico não se sentar mais no banco azul e branco. Desde ai, quase não se falam. Evitam-se e só se relacionam para temas formais."

(link para a notícia original)

Afonso Figueiredo



Após a derrota do Sporting em Vila do Conde, o jornaleiro Flávio Miguel Silva foi para o twitter perceber as reacções ao resultado, até que viu o tweet de Afonso Figueiredo "Eu teria que nascer mais 10 vezes". Ora aqui está uma grande dose de carvão para lançar sobre o Sporting e Jorge Jesus, terá pensado.

Estamos a falar de um jogador que saiu do Sporting em 2008, quando tinha 16 anos. Mesmo assim, sendo um jogador sem história no Sporting, nem com grandes feitos no futebol nacional, o jornaleiro considerou que este tweet tinha a importância para ser dado como notícia. Para além disso, o jogador nunca prestou declarações contra Jorge Jesus ou o Sporting, não há nenhum tweet anterior que contextualize o assunto e nenhuma foto acompanha o texto, pelo que o rapaz até poderia estar a falar da pesca da lampreia...

Mas isso não importa para nada. O próprio jornaleiro até diz que "O visado na mensagem não é claro, mas... Jorge Jesus". Pois! Invariavelmente as conversas desportivas em Portugal começam e acabam em Jorge Jesus. Basta ver os programas da especialidade desta semana.

Pedro Guerra vs Nélson Pereira


No programa Prolongamento desta semana, Pedro Guerra afirmou que Nelson Pereira, treinador de guarda-redes do Sporting "seria despachado do Sporting". O treinador respondeu no twitter dizendo:


Isto já não mereceu destaque no pasquim. Por que será?


Para além de conseguir informações através dos seus "litlle birds", Lord Varys tem outra característica fundamental, que é o facto de ser um eunuco. É apenas e só, mais uma característica comum com os jornaleiros portugueses.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
 
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

Sporting vence o primeiro título da época. Faltam 5...


No passado domingo, o Sporting CP venceu a da Taça de Honra da AF Lisboa em futsal, começando a época da melhor forma. Esta foi a terceira conquista dos leões em quatro edições da prova.

Resultados


Quartos-final: Sporting 6-3 AMSAC (Deo, Diogo x3, Anilton, Cavinato)
Meias-finais: Sporting 7-0 Belenenses (Cavinato x3, Diogo x2, Deo, Anilton)
Final: Sporting Sporting 8-3 Leões Porto Salvo ( Varela, Deo, Diogo x3, Paulinho, Cavinato x2)

Resumo da Final




As desculpas dos "outros"


O Benfica perdeu nas meias-finais frente ao Leões de Porto Salvo por 3-2. Curiosamente, não colocaram esta notícia no facebook oficial do clube. No site, como não havia margem para fugir lá colocaram a notícia, mas sempre com a "clássica" desculpa.


Enquanto uns arranjam desculpas, outros encontram soluções, senão vejamos:


É indiscutível que o Sporting tem uma grande equipa técnica e um plantel de enorme valia. Apesar das muitas ausências, a equipa deu espectáculo nesta competição e venceu de forma justíssima. Está ganha a primeira competição oficial da época. Ficam a faltar mais 5 competições onde o Sporting parte com boas condições. Liga, Taça de Portugal, Taça da Liga, Supertaça e Uefa Futsal Cup.


Mas, não se pense que a época será fácil. Já deu para perceber que o jogo fora da quadra estará ao rubro. Casos como o da limitação de estrangeiros, forcing para liberar Bruno Coelho do castigo e o vergonhoso castigo aplicado a Miguel Albuquerque são bons exemplos disso. A cereja no topo do bolo foi a recente ameaça de impugnação de um campeonato que já foi homologado. Um originalidade.

Para além de tudo isto, o Benfica tem como habitualmente um bom plantel pelo que só um grande Sporting pode conquistar o títulos em disputa.

Um abraço de solidariedade para Miguel Albuquerque pela injustiça de que foi alvo. Não tendo provas, a FPF baseou a sua decisão nas declarações de um delegado. Um daqueles artistas que andam a jantar no museu da Cerveja...

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.
Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)