" Mister do Café: Março 2016

quinta-feira, 31 de março de 2016

A propaganda barata do Estado Lampiânico


Este post vem no seguimento do que publiquei no dia 24 de Março sobre o regresso de Jonas à selecção brasileira. Para que nada fique descontextualizado, peço-vos que leiam primeiro o post anterior e depois regressam a este. Basta clicarem no link em baixo.


Como verificaram no post anterior, analisei a campanha para colocar Jonas na Selecção brasileira (até dia 21 de Março). Hoje coloco o seguimento desde esse dia até ao dia hoje.

Começamos pelo jornal Record:

Dia 22 de Março - "Uma jornada inesperada"




 






23 de Março "As duas torres de Jonas"








Jogo 26 - "A irmandade da propaganda"






27 de Março - "A desolação de Jonas"





 31 de Março - "O regresso do Rei"








Estamos a falar de 25 notícias sobre Jonas no espaço de tempo em que esteve na selecção do Brasil. Coisa pouca...

Vejamos agora o que a RTP preparou para os seus espectadores para o almoço de Páscoa.


 A RTP e o "homem do momento"




Desde logo, qual o sentido em fazer um vídeo sobre uma bota de ouro cuja disputa está longe de terminar? Se isso não faz sentido, menos sentido faz juntar Jonas a nomes como Eusébio, Yazalde, Gomes e Jardel. Todos eles vencedores do prémio. Coisa que Jonas...

Mas a reportagem ainda vai mais longe ao não dizer uma única palavra sobre aquele que é apenas e tão só o JOGADOR NA HISTÓRIA DO FUTEBOL COM MAIS BOTAS DE OURO, um tal de... Cristiano Ronaldo. 


"Há mar e mar, há ir e voltar"


CAPAS DE DIA 22 DE MARÇO (IDA PARA O BRASIL)



CAPAS DE DIA 31 DE MARÇO (REGRESSO DO BRASIL)


Todos à Portela receber o Air Force Jonas




Temos de dar mérito ao Jonas. Pode até não ganhar a bota de ouro, mas duvido que outro jogador no mundo tenha sido entrevistado à partida para a sua selecção, à chegada ao seu país e no regresso ao país onde exerce a sua profissão. Só faltou mesmo a entrevista na partida do Brasil para Portugal para o ramalhete ficar completo. Quem sabe para a próxima...

Um novo nível de propaganda


A propaganda nos últimos dias tem atingido níveis nunca antes alcançados. O universo começa a ser pequeno para estrelas como Jonas ou Renato Sanches.

Acabo com umas sugestões: Uma vez que a BTV vai ficar com menos conteúdos para a próxima época, que tal fazerem uns reality-shows com os jogadores do Benfica. Era isso e aproveitar a imagem do Renato para fazer uma boneca, tipo a Barbie e depois faziam umas edições variadas. Substituíam a "Barbie vai às compras" e a "Barbie professora", pelo Renato vai ao registo de bicicleta ou pelo Renato vai à rótula do Ruiz...

Pensem nisso!


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

quarta-feira, 30 de março de 2016

Agora é que elas Doyen, Nélinho! - O cerco está a apertar



O castelo na areia de Nélio Lucas está a desmoronar-se. Depois de na semana passada, o Tribunal de recurso de Bruxelas ter rejeitado os recursos apresentados pela Doyen, Liga Espanhola e pelo modesto Seraing United, relativos à proibição pela FIFA da detenção de um passe de jogador por terceiros no futebol (link com o artigo - cliquem),  eis que surge mais uma punição.

Desta vez, a FIFA decidiu através do seu Comité Disciplinar impor sanções a quatro clubes por violações relacionadas com a influência ou propriedade de terceiros nos direitos económicos de futebolistas (TPO). Os espanhóis do Sevilla, os holandeses do Twente, os brasileiros do Santos e os belgas do St.Truiden


A base da decisão e os castigos aplicados



Neste artigo de Joel Neto no Jornal OJOGO a situação está bem descrita. Destaco a seguinte passagem: "clubes terem sido responsáveis pela celebração de contratos que permitiram a um terceiro influenciar a independência do clube no mercado de trabalho e matérias relacionadas com transferências".


A influência da Doyen nestes clubes


TWENTE





O clube holandês é provavelmente o caso mais sintomático da destruição causada pela Doyen. Já tinha sido castigado com uma suspensão de participar nas competições internacionais durante as próximas 3 épocas.(link artigo)

SANTOS


(link da notícia no site da Globosport)
(link da notícia no site da Foxsports)

Estas notícias são de hoje e confirmam a influencia da Doyen no clube brasileiro. Leando Damião, Gabriel e Lucas Lima (associado ao Porto) são alguns dos activos made in "Doyen".

SEVILLA

 


Para além do negócio Kondogbia, a Doyen também patrocinou o negócio de Baba 


A cobertura noticiosa em Portugal



Como vem sendo hábito, os pasquins lampiânicos continuam a branquear as derrotas da Doyen, semana após semana. Vejam o tamanho das notícias no Record e em Abola. A notícia teve algum destaque no jornal Ojogo mas numa coluna de opinião, o que não deixa de ser sintomático. Fica a vénia ao jornalista Joel Neto.

Mais uma vez se prova que a posição do Sporting nesta questão se justifica por completo. O castelo de areia do Nélinho está quase a cair. É só esperar que a maré suba... e ela está a subir!

Se calhar é melhor estes "senhores" começarem a arregaçar as calças...

"Godinho Lopes (ex-presidente do Sporting), Pedro Sousa (antigo funcionário do Sporting), Nobre Guedes (ex-dirigente do Sporting), Pinto da Costa (presidente do FC Porto), Paulo Gonçalves (assessor jurídico do Benfica) - que vai em representação de Luís Filipe Vieira -, Adriano Galliani (administrador-delegado do AC Milan) e Florentino Pérez (presidente do Real Madrid) fazem parte da lista de testemunhas da Doyen no processo contra o Sporting." (link da notícia)


Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

terça-feira, 29 de março de 2016

Ojogo volta a derrapar - Fair-play financeiro azul, negociatas e o "défice" leonino





O jornal Ojogo tem andado bastante calmo nos últimos tempos, no que ao Sporting diz respeito. Mas não há fome que não dê em fartura e hoje os jornaleiros Mário Duarte e Rui Miguel Gomes voltaram à carga (é preciso duas carolas para escrever este lixo!?). Vejamos:

Segundo o jornal, o Sporting está obrigado a tapar um buraco de 30 Milhões. 14M do processo com a Doyen e 16M derivado do "fracasso no apuramento previsto para a fase de grupos da Liga dos Campeões".

É caso para...



O artigo começa com a palavra "derrapagem". A palavra é normalmente associada à diferença entre os valores previstos e os valores realizados. Por falar em derrapagem, cliquem aqui (link).


Fica um excerto da notícia:

Caso Doyen (14 Milhões)


De facto, o Sporting não estava à espera de perder o diferendo com a Doyen e por isso não fez uma provisão no exercício 14/15. Quando o Sporting foi notificado da decisão desfavorável do TAS, a SAD efectuou uma provisão no valor de 14,2 Milhões de Euros. 

Não acredito que a decisão do recurso interposto pelo Sporting seja conhecida até ao final do exercício económico. Veremos quem tem razão no caso.

Até aqui é pacifico. Há uma "derrapagem" de 14,2 Milhões relativamente ao orçamentado.

Ausência da Champions (16 Milhões) 


Segundo os jornaleiros, o Sporting tinha orçamentado uma participação nas provas europeias na casa dos 16 Milhões. Este valor seria conseguido com a passagem à fase de grupos da Champions (2M pela passagem no play-off + 12M de prémio de entrada na fase de grupos). Só aqui estariam 14 Milhões sem contar com os prémios de desempenho nos jogos. Parece-me um valor bem orçamentado. Por exemplo, o Porto fez 17,5 Milhões na Champions desta época.

Agora, considerar que o Sporting tem um "buraco" de 16 Milhões pela eliminação no play-off é de uma estupidez sem limite. Então os cerca de 8,5 Milhões conseguidos na campanha europeia (play-off e fase de grupos da Liga Europa) não contam? Não é dinheiro?

Ou esse valor também estava orçamentado. Se calhar o Sporting tinha ideias de jogar a Champions e a Liga Europa ao mesmo tempo.

A pergunta que se impõe é simples: Foi esquecimento ou foi propositado senhores jornaleiros?

Utilizando as contas de merceeiro dos jornaleiros:

-16-14+8,5= - 21,5 Milhões 

O buraco já baixou para dos 30M para os 21,5M. Está a melhorar...

O que não interessa dizer


No ReC semestral apresentado pelo Sporting é possível verificar que sem o processo Doyen, as contas estariam perfeitamente controladas. O Sporting teve um prejuízo de 18,1M. Se a este montante  retirarmos os 14,2 Milhões da provisão para a Doyen, a SAD teria um resultado negativo de apenas 3,9 Milhões. Se pensarmos que os 5M da venda de Fredy Montero não foram contabilizados no primeiro semestre e que não foi contabilizada nenhuma verba relativa ao patrocínio da NOS...

O que eles querem realmente branquear (Fair-play financeiro à moda do Dragão)


RLE 3 grandes *Apenas 1ºsemestre
No quadro anterior é possível verificar o RLE anual das épocas 13/14 e 14/15 dos 3 grandes e o valor relativo ao primeiro semestre da época actual. 

SPORTING - Os períodos em análise referem-se ao período de gestão de Bruno de Carvalho e como podem verificar esta administração continua a dar lucro ao Sporting, mesmo após os rombos que foram a decisão dos TAS e da eliminação da Champions. 

BENFICA - O Benfica é o clube que melhor se comporta neste período muito graças às recentes conquistas.

PORTO - Aqui está a questão central que os jornaleiros de Ojogo querem varrer para debaixo do tapete. Os critérios de fair-play financeiro são muito simples. Na próxima época para que o Porto não fique sobre o escrutínio da UEFA, terá que ter um somatório em termos de RLE nas últimas 3 épocas (13/14, 14/15 e 15/16) que não ultrapasse os 30 milhões de euros negativos. E como podem verificar, neste momento já ultrapassaram em quase 9 milhões o tecto máximo da UEFA. Este sim seria um tema bom para os jornaleiros de Ojogo se debruçarem, ainda para mais quando são o pasquim oficioso do Porto...

Ou será isto!?



Segundo um artigo do jornal Record de hoje, a transferência de Casemiro do Porto para o Real Madrid deu umas ricas comissões a uns "artistas internacionais". A Vela Management Limited, empresa do universo Doyen do Nelinho Lucas, recebeu 1,260 Milhões de euros. Desse montante a empresa sediada em Malta (só podia), distribuiu 700 mil euros "pela prestação de serviços de gestão e acompanhamento desportivo do atleta Casemiro" à Energy Soccer que é nada mais nada menos a empresa de Alexandre Pinto da Costa, filho do Jorge Nuno.

Bonito não é!?



Se querem saber mais sobre o jornalixo de Ojogo podem clicar nos seguintes links:

Os jornaleiros e o jornalixo português - Rating BBB - Bruxos, Bufos e Bardamerdas

OJOGO, MAISBASTIDORES e Pedro Guerra - 1,2,3, a pasquinada ataca outra vez!

OJOGO vai "atrás do prejuízo" e mais uma vez é desmascarado.

O poder da palavra "só" no jornal OJOGO


OJOGO não pára de meter carvão - As comissões pagas pelo "Bruno" e a "bronca" a Semedo

O jornalixo de OJOGO - Exames, Barreiros, "Despachados" e afins

A diferença entre "prata da casa" e "inventar lateral" no jornal OJOGO 

"Simplesmente Bruno" - O jornalixo de OJOGO desmascarado e a gestão de topo dos rivais!  



Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

segunda-feira, 28 de março de 2016

Tudo sobre os 3 anos de mandato de Bruno de Carvalho - 100 Medidas e um desígnio


Em forma de balanço aos 3 anos de mandato de Bruno de Carvalho, quero deixar aos Sportinguistas um "pequeno lamiré" de 100 medidas tomadas por esta administração. Peço a todos que leiam atentamente e que cliquem em cada medida para abrirem a notícia associada. 

Este artigo é para todos os leões, mas quero dedicar em particular a todos os adeptos de camarote e para os que se dizem "a norte" mas cuja limitação geográfica não lhes permite perceber que se encontram... a leste de Alvalade.

ACADEMIA 

 




AUDITORIA

 

10 - Auditoria Património imobiliário


CAMPANHAS




COMUNICAÇÃO 

 


17 - SportingTV
18 - Nova app smartphone
19 - Redes sociais renovadas


INICIATIVAS / EXPANSÃO / INTERNACIONALIZAÇÃO

 


22 - Master em Gestão Desportiva



FINANÇAS 

 


40 - Capitais próprios positivos pela primeira vez em largos anos ReC 14/15


42 - Manutenção da aposta na formação. Nestes 3 anos estrearam-se na equipa principal os seguintes jogadores: William Carvalho, João Mário, Ricardo Esgaio, Tobias Figueiredo, Rúben Semedo, Matheus Pereira, Gelson Martins e Carlos Mané.
49 - Resolução "caso Elias"


INFRAESTRUTURAS 

 




PROTOCOLOS/PARCERIAS

 



60 - Acordo com a APAVT

PATROCINADORES 

 


69 - Macron
87 - Gamebox exclusiva para sócios
90 - Record de receita de bilheteira (época)
91 - Record receitas na Loja Verde
100 - Vitória na Taça de Portugal 

Para além de 100 medidas (muitas mais ficaram de fora da lista), gostaria de salientar outro ponto essencial nestes 3 anos.

Um desígnio

 


"A partir de agora mandamos nós e o Sporting terá o seu caminho novamente. Quero-vos agradecer a todos e dizer claramente para que toda a gente oiça. 

Viva o Sporting Clube de Portugal! É nosso outra vez!"



Em 2013 o Sporting viveu a maior crise da sua história centenária. A campanha eleitoral versou sobre temas como a insolvência ou a refundação. A administração de Bruno de Carvalho entrou no Sporting com um objectivo fundamental: salvar o clube da bancarrota e criar condições de sustentabilidade para o futuro.

Na noite em que foi eleito, Bruno de Carvalho lançou claramente um desígnio para o mandato: O de colocar o clube nas mãos dos seus sócios/adeptos, devolvendo-lhes o prazer de acompanhar a vertente desportiva, dando-lhe o estatuto de principal preocupação para os Sportinguistas.

Felizmente isso foi conseguido e as preocupações de hoje, são bem diferentes das preocupações de 2013. Enquanto hoje estamos preocupados em ajudar o Sporting a ganhar o campeonato, à 3 anos um qualquer resultado desportivo parecia irrelevante quando comparado com a possibilidade de fecho do clube.

Mas que não se pense que os Sportinguistas ficaram acríticos. Desde esse dia, todas as decisões importantes para o clube são levadas a AG onde os sócios podem decidir em consciência o rumo para o clube. Foi assim com o processo a ex-dirigentes/funcionários, com a apresentação das diversas auditorias ou até com a remuneração do Presidente através da SAD, entre outros assuntos. Relembro que todas estas decisões que poderiam ter sido tomadas unilateralmente pela Administração, sem qualquer consulta dos associados.

Existem problemas que nem a factualidade de critérios como o rigor ou competência resolvem. É preciso ter-se uma coragem, resiliência e fervor Sportinguista inabalável para defender o clube da forma como o presidente tem feito. O estilo e até o conteúdo no discurso de Bruno de Carvalho tem sido criticado por meia dúzia de patetas que ainda vivem à sombra do antigo regime personificado por "gestores de topo credíveis" e que quase destruíram o clube. Ao contrário de lideres do passado, hoje temos um Presidente que dá o corpo às balas. Um líder que não se esconde em gabinetes ou atrás de "cães de fila" e que continuará a desafiar todos os que "inimigos" do clube. Um verdadeiro líder!

Que ninguém duvide que o Sporting precisava também de um forte suplemento de alma para acordar o leão adormecido. O período dos "reis fracos que faziam fracas as fortes gentes" acabou. O Sporting encontrou finalmente o seu caminho e as suas fortes gentes saberão estar à altura do seu forte rei!

Para além do agradecimento óbvio a toda a administração, quero deixar uma palavra de agradecimento especial à família de Bruno de Carvalho por toda a paciência e compreensão demonstradas. Por certo não será fácil suportar tantos ataques cobardes e mentirosos e só mesmo uma família de autênticos leões conseguiria perceber a ausência de um filho, marido e pai.

Obrigado!

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)