" Mister do Café: Como "roubar" dois títulos ao Sporting e "oferecer" quatro aos rivais

sábado, 3 de setembro de 2016

Como "roubar" dois títulos ao Sporting e "oferecer" quatro aos rivais



Os principais jornais desportivos, apresentam nas suas edições de hoje artigos sobre o início da época de Andebol que principia hoje. Vejamos por exemplo a opinião de Alexandre Reis do Record.



Destaques de autor


Num artigo sobre a época de andebol, Alexandre Reis decide falar de Bruno de Carvalho. Desde logo, destaco o título "acarvoado". De facto, Bruno de Carvalho e os Sportinguistas querem muito o título de Andebol. A nossa paixão pelo clube e pelas modalidades é enorme. Estamos loucos, desesperados e não podemos esperar mais para vencer, seja em Andebol, Futsal ou Ténis de Mesa. Quem ama o clube desta forma é assim que pensa. Por outro lado, seria impensável ver um título do género "Vieira não pode esperar mais pelo título de Andebol". Alias, só me recordo de ver Vieira nos pavilhões da Luz em actos eleitorais, como este:



A falácia dos títulos nacionais de Andebol


Segundo Alexandre Reis, o Sporting só ganhou um título nacional de Andebol nos últimos 30 anos. Nada mais falso. Senão vejamos:

Pouco depois de o Sporting ter conquistado o seu 17º título Nacional (2001), foi fundada a Liga Portuguesa de Andebol (LPA), com o objetivo de tornar o Campeonato mais profissional e mais forte. Contudo, o surgimento deste organismo causou alguns desentendimentos entre a Federação de Andebol de Portugal e alguns dos principais Clubes Nacionais, devido a questões fracturantes, sobretudo os direitos televisivos.

Neste sentido, a Federação, organização máxima do Andebol em Portugal, criou, em 2002/03, a divisão de elite, passando a existir duas competições principais no Andebol Nacional. A Liga, onde estavam os principais clubes nacionais (Sporting CP, FC Porto, ABC, Madeira SAD) e a divisão de elite, reconhecida pela Federação como a principal prova de Andebol em Portugal. De tal forma que, apesar das vitórias do FC Porto na Liga, o representante Nacional na Taça dos Clubes Campeões Europeus era o São Bernardo, na condição de vencedor da divisão de elite. Não restam dúvidas de que, para a história, esta era a prova que apurava o Campeão Nacional e não a Liga.

Bicampeonato "roubado"


Assim, em 2004/05, o Sporting CP transitou para a Divisão de Elite onde já estava o Benfica, e venceu dois campeonatos consecutivos (2004/05 e 2005/06), sendo que em 2004/2005 conseguimos a "dobradinha".

Entretanto, em 2006/2007, o Sporting CP regressou à Liga, que aí, sim, começou a apurar o Campeão para a principal prova da Europa. Em 2009 a Liga foi extinta e passou a existir apenas o atual campeonato PO01, organizado pela Federação.

Portanto, ao contrário do que surge na pasquinada, o Sporting Clube de Portugal tem 19 títulos e não 17, e venceu o último Campeonato em 2006 e não em 2001. 



Histórico de campeões


Para Alexandre Reis esta é a contabilização do campeões nacionais de Andebol.


Diz o "jornalista" que o Porto tem 20 títulos, Sporting (17), ABC(13), Benfica(7) (...) MENTIRA!!!

O que diz a Federação de Andebol de Portugal?


A Federação de Andebol de Portugal, exclui por completo os vencedores da Liga nos anos em que existiu o diferendo entre a Federação e a Liga. Vejamos:

Aqui estão os prints do vencedores, considerados pelo site da Federação. Aqui fica o link para consulta: (link)



Como é possível verificar, e de acordo com aquele que sempre foi o organismo máximo do Andebol em Portugal, é esta a distribuição de títulos nacionais de andebol:

19 - Sporting Clube de Portugal
17 - Futebol Clube do Porto
6 - Sport Lisboa e Benfica

Nos sites de Porto e Benfica é feita uma contabilidade "criativa", considerando como títulos nacionais competições organizadas pela Liga, sem qualquer aval da instituição máxima do Andebol em Portugal, e cujos resultados não foram considerados para o apuramento  das competições europeias. Para a história, fica a saída do Porto do técnico Branislav Pokrajac, cansado de não poder participar nas competições europeias.



Resumindo: o Porto tem 17 títulos e não 20 títulos. E o Benfica tem 6 e não 7.

Que Porto e Benfica façam contabilidade criativa nos seus sites, até posso aceitar. Agora, isto está a ser divulgado pela comunicação social nacional, passado como uma verdade incontestável. Fica o esclarecimento.

Hoje começa o campeonato de Andebol, com o Sporting a receber o Águas Santas no Pavilhão do Casal Vistoso, pelas 18H.

Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já.


Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

19 comentários:

  1. Já nem as modalidades escapam ao carvão. É cilindrar no andebol (e no futsal já agora) para ver as cabeças a inchar. E o hóquei é o próximo passo

    ResponderEliminar
  2. Mister. Não entendi ainda a relação entre a Divisão de Elite, de Honra e 1ª divisão na mesma temporada. Como funcionavam?

    ResponderEliminar
  3. Grande!
    É a informar que lá chegamos!
    Muito obrigado!

    ResponderEliminar
  4. Interessante.

    Podemos fazer agora a estatística da federação de futebol portuguesa em relação aos campeonatos nacionais e o que o Sporting diz no seu site?
    O Mister acha que criatividade existe apenas no andebol ou no futebol?
    Eu acho que existe nos dois :)
    A federação nunca reconheceu na sua vida campeonato de Portugal como um título da primeira divisão.
    Faxabor de adicionar 2 títulos ao Sporting no andebol e de retirar 4 títulos ao Sporting no futebol.
    Haja coerência

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta agora não percebi. Que tem a ver a FPF com a FPA? Ou vice-versa?
      Desculpa lá, anónimo, mas dava-me jeito perceber isso. Pode ser?

      Eliminar
    2. Ora essa é fácil.
      Se realmente existe criatividade na contagem de campeonatos nacionais na modalidade andebol por parte de alguns clubes e deveríamos respeitar o que diz a FPA so ha uma solução retirar titulos a quem não os teve realmente.
      Então nessa lógica o mesmo se aplica ao futebol onde tambem há criatividade e não se respeita o que aparece no site da FPF. (Para os mais néscios falo concretamente dos 4 campeonatos que o Sporting ganhou da noite pro dia para perfazer 22 titulos)

      Acho uma piada nao haver coerência nos argumentos que os sportinguistas utilizam para contar o número de títulos.

      Claramente quando se fala de andebol da jeito falar na FPA e respeita-la, pois é a maior entidade da modalidade mas no futebol ja não dá jeito falar da FPF nem respeita-la. Quando assim acontece claramente se está perante alguém faccioso e o facciosismo não pertence a história. Além do mais toda a gente conhece a história do futebol e ninguém conhece a história do andebol , dai o Ricardo Daniel Costa ainda não ter recebido uma resposta

      Eliminar
    3. Até 1921 só existiam campeonatos regionais em Portugal. A FPF compreendeu a necessidade de organizar uma prova nacional para definir um verdadeiro campeão Português. Daí nasceu o Campeonato de Portugal que começou em 21/22 e acabou em 37/38. TODOS os clubes vencedores eram designados de campeões nacionais.

      Em 34/35 a FPF decidiu fazer testes para mudar o sistema competitivo e passar a um sistema de Liga (todos contra todos), como acontecia em Inglaterra. Por isso, ao mesmo tempo que existia o Campeonato de Portugal, foi criada a designada "Liga Experimental". SÓ O NOME DIZ TUDO. Esta Liga experimental foi disputada de 34/35 até 37/38.

      O Vencedor do Campeonato de Portugal foi sempre considerado como o campeão de Portugal.

      A FPF contabilizou sempre os campeonatos de Portugal à parte das Ligas e nunca considerou as ligas Experimentais. No Palmarés dos clubes apareceria: Por exemplo no caso do Sporting: 18 Ligas + 4 Campeonatos de Portugal.

      80 anos depois a FPF decidiu considerar as Ligas Experimentais como Campeonatos nacionais. Algo que é absolutamente patético, porque entre 34/35 e 37/38 os campeões de Portugal eram os vendedores do Campeonato de Portugal.

      Para o Benfica essa alteração não alterava o número de títulos, uma vez que ganharam 3 Campeonatos de Portugal, ficando na mesma com os 35 títulos. O grande prejudicado foi o Sporting que "perdeu" 4 títulos.

      A diferença é que na questão do Andebol, os títulos nunca foram contabilizados em sede de Federação. No Futebol passaram 80 anos até ao dia em que os iluminados decidiram fazer estas alterações.

      Eliminar
    4. mister não te maces muito em explicações.
      está tudo muito bem explicado no tópico, só não percebe quem não quer ou até percebe mas, tem de colocar sempre duvidas, quando não lhes cheira o conteúdo.

      Eliminar
  5. 1- Desafio a provarem que o nome oficial da competição era Liga Experimental! Basta me mostrarem-me um documento da FPF.

    O Nome Oficial da competição era Campeonato da 1ª Liga, e o NOME DIZ TUDO!

    O modelo da competição é precisamente o mesmo que a Liga NOS tem. Apura-se o vencedor tal e qual da mesma maneira.
    O modelo do antigo Campeonato de Portugal é precisamente o mesmo que a agora Taça de Portugal e apura-se o vencedor em cerca de meia dúzia de jogos.

    2- É totalmente mentira que 80 anos depois a FPF decidiu considerar os Campeonato da 1ª Liga como Campeonatos nacionais. È falso e exijo-te que me proves!

    E como posso eu provar que é falso !??!?! Ora porque há 78 anos a FPF decidiu o seguinte:

    "Por virtude da reforma a que se procedeu no Estatuto e Regulamentos da Federação os campeonatos das Ligas e de Portugal passaram a designar-se, respectivamente, Campeonatos Nacionais e Taça de Portugal."

    Está tudo dito !! è claro como água, mas para os burros e casmurros ou para os revisionistas que recusam aceitar a verdade e os factos apresentados continuo com o que aparece no relatório da FPF:

    "O campeonato da 1ª Liga passou a ser Campeonato Nacional 1ª Divisão, e o Campeonato da 2ª Liga obteve a deisngação de Campeonato Nacional 2ª Divisão. Ficou vencedor do Campeonato Nacional - 1ª Divisão - o Futebol Club do Pôrto."

    - Em último lugar e para os que se recusam a ler o relatório de 1938 da Federação Portuguesa de Futebol então só resta uma última prova. Nada mais nada menos que o troféu da Taça de Portugal, antigo Campeonato de Portugal:

    https://2.bp.blogspot.com/-rHAwTdV0Arw/V2QT1jEht4I/AAAAAAAACK0/C5WbxF6pT7ovSrkjfRYSlHIOWuKGujj0wCLcB/s1600/GGLF7946.jpg

    Como podem ver aqui, encontram-se aqui várias chapas de vários vencedores do Campeonato de Portugal e da agora Taça de Portugal. Não há margem para dúvidas. É claro !! O Campeonato de Portugal continuou com a Taça de Portugal. O vencedor é conhecido exactamente da mesma maneira !! Através de eliminitaórias. Uma diferença é que agora nas meias finais há 2 mãos, outra é que já não se joga uma finalíssima, vão a penalties. É claro como água!

    O sporting tem 18 campeonatos nacionais e 20 taças de portugal, pois a bem ou a mal foi assim que a Federação Portuguesa de Futebol decidiu em 1938!


    ps: Fico à espera do contra-argumento e exijo nada de facciosismo, pois a história assim o exige!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. epa tu provas com documentos da FPF em 2016 o ano que fundaram o teu clube?

      Eliminar
    2. Não sejas ridículo amigo. O meu Clube e o teu Clube precedem a Federação. Se a Federação só existe após 31 de março de 1914, o que me pedes é impossível :)

      E também não posso ir à AFL, porque também só existe desde 1910.


      Mas ainda bem que a Federação tem relatórios que definem tão bem as nossas competições, não concordas ?

      Eliminar
    3. ridículo estas a ser tu. tens ai na tua frente um tópico a explicar isso mas pretendes que alguém te mostre com provas o nome oficial da prova.
      é o que eu te pergunto, prova o ano de fundação do teu clube, é tão simples quanto isso ou é muito difícil de o provar?

      Eliminar
    4. Eu não tenho problemas em aceitar o que diz a Federação de Andebol. Outras pessoas é que têm problemas em aceitar o que diz a Federação de Futebol.

      O que a contagem de títulos tem a haver com datas de fundação é que não sei. Vocês deviam ser coerentes naquilo que dizem. Não podem exigir X no Andebol e depois Y no futebol, só porque vos convêm.

      ps: Eu provei o nome oficial da prova dada pela federação. Há dúvidas disto ?

      Não tendo nada relacionado com o assunto o ano de fundação de ambos os clubes é mais do que público. o Sport Lisboa E Benfica é 28 de Fevereiro de 1904, e o ano de fundação do Sporting Clube de Portugal é 8 de Maio de 1908. Já sei que vais dizer que ambos estão errados. No entanto há provas para ambas as datas :)))
      Felizmente em relação aos títulos nem te atreves a dizer que estão errados e apenas te concentras na questão das datas de fundação.

      Podias fazer como o Mister e aceitar a verdade dos factos. Ele já não teve argumetos para contradizer a Federação Portuguesa de Futebol.

      Eliminar
    5. Peço perdão pelo meu erro grotesco.

      8 de Maio de 1906 e não 1908.

      Como vês eu quando erro não tenho problema nenhum em reconhecê-lo. Sou humilde e quando não sei, digo que não sei ouentão resumo-me à minha insignificância.

      Eliminar
    6. eu não.

      apenas escrevo a verdade.

      Eliminar
    7. Confesso que não li o relatório de que falas, se tiveres a amabilidade de me facultar o link poderei ter uma melhor opinião.
      De momento apenas posso referir que revisionismo é decidir em 1938 que a competição que se disputou 3 anos antes se chamava campeonato nacional.
      As decisões produzem efeitos para o futuro senão são revisionistas.
      Já agora se tiveres o relatório da FPF que criou a I Liga era interessante. Aí estará o cerne da questão. O relatório deverá dizer se é ou não experimental.

      Eliminar
  6. A competição que o Sporting então ganhou (tal como o Benfica e todos os demais) chamava-se Campeonato de Portugal, não tentem posteriormente dar-lhe outro nome.
    O que está em discussão e aquilo que os sportinguistas afirmam, é que o campeão nacional até essa reunião da FPF era o vencedor do Campeonato de Portugal e não da I Liga porque esta era uma competição experimental.
    Se era ou não experimental só a acta de criação da competição é que pode esclarecer.
    Na Wikipedia vem uma referência a essa acta mencionando que a Liga era experimental, mas já todos sabemos que a Wikipedia não é fonte segura, Por isso se tiveres acesso à acta ficava eternamente grato, porque eu gosto muito dos factos concretos e não de histórias da carochinha…
    Em relação ao andebol temos a felicidade de ter uma competição europeia que esclarece quem é que foi efectivamente o campeão nacional, é que o campeão nacional disputa a Liga dos Campeões.

    ResponderEliminar