" Mister do Café: A Offshore do Dragão

terça-feira, 16 de agosto de 2016

A Offshore do Dragão


No âmbito do mega processo "Operação furacão", constou um inquérito do departamento central de investigação e acção penal (DCIAP), relacionado com a GES (empresa do grupo Espírito Santo), através da "Esger - Empresa de Serviços e de Consulturia", cujos accionistas eram Ricardo Salgado e José Manuel Espírito Santos. Neste inquérito surgiram informações que apontam para crimes em transferências de jogadores do FC Porto.

Segundo os autos deste processo relacionado com a ESGER, e cuja acusação foi proferida em Outubro de 2015, as offshores Global Soccer Agencies, a Willow Promotions e a Vidella Investments, entre outras, "intervieram na contratação e nos circuitos financeiros decorrentes das transferências de jogadores profissionais de futebol".

Após estas diligências no âmbito da operação furacão, o procurador do DCIAP mandou efectuar buscas nas instalações da Delloite & Touch e da Delloite Associados SROC, onde foram apreendidos documentos relacionados com 12 transferências "suspeitas". O Procurador Rosário Teixeira afirmou em despacho que "os documentos suscitam suspeitas quanto à natureza, beneficiários e relevância fiscal de alguns dos pagamentos associados às referidas transferências de jogadores, em particular quanto a eventuais crimes de fraude fiscal qualificada, abuso de confiança e mesmo de branqueamento de vantagens de origem ilícita, além do mais".

As 12 transferências


As transferências sob suspeita são: As saídas de Nuno Capucho e Cândido Costa; A chegada e a partida de Carlos Alberto, Anderson, Benny McCarthy, Luís Fabiano, Lisandro Lopez, Lucho González e Thiago Silva; O ingresso de Ricardo Fernandes, Alessandro no Porto e os empréstimos de António Folha.

Rio Football Services


A Rio Football Services é uma empresa de investimentos em futebol sediada em Israel e registada em no paraíso fiscal de Gibraltar. Não existem dados oficiais, mas todas as indicações apontam para que seja gerida pelo super-agente, Pini Zahavi. A empresa conclui os seus negócios através de várias empresas subsidiárias. Até à data foram conhecidos alguns nomes destas subsidiárias, entre as quais:
- Rio Football ServicesHungary Szolgaltato KFT;
- Rio Football Services Malta;
- Rio Football Services Holland BV.

A "empresa mãe" é também conhecida como Global Soccer Agencies Limited ou Global Soccer Investments. Como é habitual nestes "fundos", ninguém sabe que está por trás destas "empresas". No limite, até podem ser Presidentes de clubes que lucram com compra e vende de jogadores. Vamos ser "anjinhos" e acreditar que nenhum presidente de clube faria uma coisa dessa...

Voltando ao processo: Esta empresa está relacionada directamente com 3 transferências no âmbito deste processo.

Lisandro Lopez - Em 2005 o Porto comprou 50% do passe ao Racing Avellaneda por 2,35Milhões. Em 2008, comprou à Global Soccer Agencies os outros 50% do passe por 4,429 Milhões. Em 2009 o jogador foi vendido ao Lyon por 24 Milhões.

Lucho González - Em 2005 o Porto comprou ao River Plate 50% do passe por 3,6 Milhões. Em 2007, o Porto comprou o resto do passe à Global Soccer Agencies por 6,6 Milhões de Euros. Em 2009 o jogador foi vendido ao Marselha por 18 Milhões.

Luís Fabiano - Em 2004, o Porto comprou 25% do passe ao São Paulo por 1,875 Milhões. Os outros 75% eram da Global Soccer Investments. Em 2005 o jogador foi vendido ao Sevilla por 2,8 Milhões (25% passe).

Também é do conhecimento público que esta empresa efectuou uma parceira com a Media Sports Investment, vulgarmente e mundialmente famosa (MSI) do grande amigo de Pini Zahavi, Kia Joorabchian ( o tal que é empresário de João Mário). Para quem não se recorda foi este "fundo" que colocou Tevez e Mascherano primeiro no Corinthians e depois em Inglaterra, com todos os problemas conhecidos.

A parceria ocorreu na transferência de Carlos Alberto do Porto para o Corinthians. Em 2004, o Porto comprou o passe do jogador por 2,5Milhões. Em 2005 vendeu-o ao Corinthians liderado pela MSI por 6 Milhões.


O toque de Midas


Capucho



O primeiro negócio de Jorge Mendes com o Porto foi precisamente a transferência de Nuno Capucho do Vitória de Guimarães para os azuis e brancos. A relação profissional entre os dois tem continuado passados todos estes anos. Jorge Mendes continua a olhar pelo seu "menino" colocando-o em clubes onde a sua influência é clara. Primeiro no Varzim e agora no Rio Ave.

Carlos Alberto


A transferência de Carlos Alberto envolveu Jorge Mendes, A MSI, o investidor Victor Santos e ainda a Rio Football Services. Mas que grande "negociata" que isto deve ter sido...

Anderson


A transferência do jogador brasileiro para o Porto esteve envolta em grandes "dúvidas" relacionadas com a actuação do Serviço de estrangeiros e Fronteiras (SEF), que alegadamente terá "dado um jeito" para o jogador poder jogar no Porto. Anderson ainda não tinha atingido a maioridade e por isso só poderia jogar em Portugal se a sua mãe tivesse um contrato de trabalho. Foi isso que Jorge Mendes e o Porto providenciaram, com a alegada complacência do SEF. "Anderson chegou ao FC Porto (ordenado de 33 mil euros) ainda menor, pelo que se tornou urgente providenciar um emprego de cozinheira (369 euros) para a mãe do brasileiro. "Só acredita quem quer", diz o DIAP, sem dúvidas sobre a falsidade do contrato".


Thiago Silva


Com Thiago Silva, Jorge Mendes iniciou um novo modelo de negócio que passava essencialmente por ir buscar jovens jogadores ao Brasil e trazê-los para clubes do seu "universo", como são os casos recentes de Wallace, Fabinho ou de Danilo (emprestado pelo Braga ao Benfica).

Thiago Silva chegou ao Porto onde jogou na equipa B antes de se transferir para o Dínamo de Moscovo, na mesma altura em que Jorge Mendes conseguiu levar uma camião de jogadores.


Para além de Seitaridis, Costinha e Maniche, Jorge Mendes também levou para o clube russo Derlei, Thiago Silva, Nuno Espírito Santo, entre muitos outros. Os resultados para o clube moscovita está à vista de todos. 

Resultado práticos


Tenho que destacar o papel e a relevância do Correio da Manhã em processos de investigação judicial. Nisto eles têm um papel muito importante na sociedade portuguesa, uma vez que são os únicos com vontade em fazer algum jornalismo de investigação. 

Obviamente e como é habitual em Portugal, este caso "não vai dar em nada". A notícia do Correio da Manhã do passado dia 30 não conseguiu trazer este tema para a agenda mediática, tal como aconteceu no caso dos "carregados do Benfica". O branqueamento dado a "negociatas" envolvendo fundos e Jorge Mendes é impressionante.

Já aqui falei da investigação da administração tributária espanhola sobre os negócios de Jorge Mendes, envolvendo o Benfica, Braga e Valência. Ao contrário das autoridades portuguesas, os espanhóis estão atentos ao que se passa no mundo do futebol. Um bom exemplo foi a recente condenação de Lionel Messi a 21 meses de prisão com pena suspensa.

Em Portugal vamos todos continuar a assobiar para o lado e a criticar Bruno de Carvalho por se insurgir contra estes esquemas. É o país que temos, e se calhar não merecemos melhor...



Agradecer a todos pelo apoio. Se ainda não seguem o Mister do Café nas redes sociais, podem começar já. 

Link do Facebook: (cliquem)
Link do Twitter: (cliquem)

12 comentários:

  1. o mendes está a passos largos para ser presidente de um clube de futebol. já os controla como empresário, só falta mesmo ser presidente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Jorge Mendes a presidente, seja de que clube for, não lhe dá os lucros que hoje em dia consegue obter através dos seus esquemas(sejam legais ou não)

      SL

      Eliminar
  2. Já năo é de agora que sabemos destes negócios dúbios por parte de PC e da sua "estrutura" do FCP.
    Mas o mais interessante é verificar que Jorge Mendes está envolvido em tudo o que as "nádegas" fazem que desvirtua a verdade desportiva do futebol português.

    ResponderEliminar
  3. É só multimilionários que enriquecem cada vez mais, sem fazer nada de positivo (parasitas do meio), enquanto clubes se arrastam para situações financeiras graves... por vezes falências...

    O mais grave é que dinheiro é poder, e estes são os que movimentam as teias de corrupção, facilmente têm dinheiro para mandar às urtigas a verdade desportiva... e amiúde são os verdadeiros gestores de clubes de futebol na sua esfera, sem nenhum associado os ter eleito para tal(pernas abertas, favores, etc... e mais urtigas para a verdade desportiva )

    Viva o maravilhoso mundo do futebol... onde é tudo limpinho limpinho LOOLES!

    ResponderEliminar
  4. Parabéns por continuar a denunciar a sujeira das "nádegas corruptas" e suas sanguessugas, que controlam presidentes, treinadores, e jogadores em Portugal e na Europa...

    É curioso como o José Mourinho (outra marioneta do Mendes) nunca está (nem esteve) interessado em nenhum jogador do Sporting, mas quando são do Benfica é vê-lo a salivar de desejo...

    -- Ai que pena ter chegado demasiado tarde para lutar pelo Quisto Rei...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Mourinho como campeão que é apenas está interessado em jogadores que tenham também veia de campeão. Normal que nunca se tenha interessado por jogadores do Sporting.
      Este ano ha 4 campeões no Sporting graças a Portugal, mas o Bdc não deixa que nenhum seja negociado com o seu agente, aliás ele não deixa é que eles saiam portanto o Mourinho virou-se para Pogba e companhia.

      Eliminar
    2. "O Mourinho como campeão que é apenas está interessado em jogadores que tenham também veia de campeão. Normal que nunca se tenha interessado por jogadores do Sporting."

      Típico comentário simplista de lampiao. Este ano o ManUnited deu 30M GPB por Eric Bailly. Um grande campeao, vindo do Villareal, esse clube que só sabe vencer.
      Give me a break e vai dar banho ao cao

      Eliminar
  5. Nunca vi um adepto do clube dos caorruptos a insurgir-se contra estes esquemas e negociatas em 20 anos. O que os vi fazer foi carregar no Sporting e nos sportinguistas excepto quando jogavamos contra eles onde tinhamos alguma hegeminia nos confrontos quer em alvalade quer nas antas ou dragao. Por isso desejolhes nao 20 mas 40 anos do pior sporting que tivemos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por mim só descansava quando o FC Fruta tivesse no mesmo lugar do Salgueiros.

      Eliminar
  6. O problema destas investigações é mesmo serem feitas por um orgao de comunicação social que no meu entender (e de muita gente) tem muito pouca (ou mesmo nenhuma) credibilidade.

    A fama precede-os e mesmo fazendo um excelente trabalho de investigação, sao sempre julgados, primeiro pela capa e só depois pelo conteúdo, e atenção alguns (como eu) ja nem se dao ao trabalho de ler o conteúdo.

    A confiança é algo que demora anos a conquistar, mas que se perde num instante, e quando se perde a confiança em alguém dificilmente voltara a ser o que era.

    Fizeram a cama e escolheram uns leitores, em detrimento de outros, agora deitem-se nessa cama com os leitores que escolheram.



    ResponderEliminar
  7. Quem paga o café ao mister?18 de agosto de 2016 às 05:40

    Insurgir contra estes esquemas?

    Quais? Os da Guiné Equatorial?

    Dos investidores russos?

    Dos investidores casaques, azeris, etc.?

    Dos clubes fictícios que sustentam transferências e liquidez financeira?

    Dos esquemas do BES que não provocam zika, mas levam o zé tuga a suportar milhares de milhões sumidos para a zona do corno?

    Ó amigo, toma lá mais um café para não delirares tanto.

    ResponderEliminar